Mês de março tem intensificadas ações de combate a tuberculose pela Prefeitura de Dourados – Divulgação

O domingo (24) marca o Dia Mundial de Combate a Tuberculose e, em Dourados, a Secretaria de Saúde, por meio do Centro de Referência em Tuberculose e Hanseníase, realiza diversas ações de combate e prevenção à doença junto à população. Em média, 90 pessoas estão em tratamento no município.

Trabalhar informações com foco em saúde pública e bem-estar é um direcionamento constante da Prefeitura de Dourados. Neste mês, os profissionais da área estão passando por uma “reciclagem” com o tema tuberculose para que transmitam informações para a sociedade.

Neste sábado (23) e domingo (24) estão previstas visitas as dependências da Penitenciária Estadual de Dourados para alertar familiares de internos sobre os cuidados com a doença.

Na quarta-feira, dia 27, a Seleta receberá um mutirão de combate a tuberculose com dinâmicas e informações ao público.

As atividades contarão com a parceria de acadêmicos de Medicina da Universidade Federal da Grande Dourados.

A coordenadora do Centro, Célia Valério Mota, destaca que todas as Unidades Básicas de Saúde contam com testes rápidos e gratuitos para identificação da doença. Ela enfatiza que o diagnóstico precoce é importante para que a pessoa seja encaminhada ao tratamento pelo Município e a proliferação da doença seja contida.

“Tem tratamento, tem cura, as pessoas precisam estar em alerta e se houver tosse constante por mais de três semanas, é preciso fazer o teste. Com quinze dias de tratamento, a doença já não contagia outras pessoas e temos mobilizado a população para que se atentem e busquem apoio médico”, disse.

O total de pessoas diagnosticadas pela doença em 2018 chegou a 175 em Dourados. O Centro ressalta que o número inferior de pessoas em tratamento atualmente (90 em média) se dá pelo fato de mudança para outro município e também pelo parecer de cura.

Além do principal sintoma da tuberculose que é a tosse na forma seca ou produtiva com duração de vários dias, o Centro alerta que outros sintomas são a febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento, cansaço/fadiga.

Dúvidas podem ser esclarecidas na Unidade de Saúde mais próxima ou em contato com o Centro. O telefone é: 3428-1251.