Dormir pouco é prejudicial em vários aspectos da saúde

Dormir uma quantidade adequada de horas é muito importante, já que é durante o tempo de repouso que o corpo consegue completar tarefas, se recuperar de possíveis desgastes decorrentes de atividades realizadas durante o dia, absorver informações, etc. A privação de sono, ato de não dormir o suficiente, pode causar sérios problemas a curto e longo prazo, tanto para o corpo, quanto para a mente em si.

Para quem pratica exercícios físicos, musculação ou outra atividade que exija um alto desempenho, dormir a quantidade apropriada é ainda mais importante. É durante o sono que o corpo libera GH, o hormônio do crescimento, que atua diretamente sobre o processo de regeneração muscular, permitindo que o corpo se prepare para as atividades do dia seguinte.

Além de cuidar da manutenção dos músculos, sono suficiente pode ajudar a prevenir futuras lesões – é o que diz um estudo realizado pelo Centro de Saúde Pública do Exército Americano. A pesquisa analisou 7.576 homens e mulheres das forças de operações especiais do exército americano, sendo que 63% dormiam seis ou sete horas por noite, 10% não repousavam por mais de quatro horas e apenas 16% tinham pelo menos oito horas de sono.

Os resultados mostraram que os soldados que tinham entre quatro e cinco horas de sono por noite apresentaram duas vezes mais chances de relatar lesões, como torções e problemas com hérnia de disco, no período de 12 meses do que aqueles que dormiam oito horas ou mais.

Além disso, mesmo uma pequena diferença no tempo de sono já muda o cenário. A pesquisa também mostrou que os soldados que dormiam sete horas por noite tinham 24% mais chances de se machucar do que aqueles que tinham oito horas ou mais de sono. Reforçando o fato de que cada minuto conta quando o assunto é a saúde.

Dormir por muitas horas já é uma tarefa complicada, e o sono é ainda mais prejudicado quando as condições para o descanso não são apropriadas. Confira como tornar a noite de sono mais proveitosa.

Dicas para dormir melhor

Crie uma rotina

Se não temos sono, fica quase impossível dormir durante a noite. Por isso, é muito importante criar uma rotina, estabelecendo um horário para levantar e outro para deitar. Dessa forma, o corpo entende de maneira mais eficiente quando cada atividade é realizada e há cansaço o suficiente para repousar. Esse hábito colabora para a manutenção da higiene do sono, tornando o descanso reparador e melhorando a qualidade de vida.

Caso o sono não venha de maneira nenhuma e esse problema aconteça com frequência, é indicado procurar um médico especialista, para diagnosticar um possível distúrbio no sono.

Prepare um ambiente adequado

Fazer o corpo entender que aquele é o momento de dormir pode ser complicado, mas criar um ambiente propício auxilia na tarefa. Escolher um colchão de boa qualidade, manter o ambiente escuro e com temperatura agradável são formas de ajudar o corpo a relaxar. Separar o espaço de trabalhar ou estudar do ambiente de dormir também colabora para criar um local adequado para o repouso.

Relaxe o corpo e a mente

Realizar atividades agitadas antes de ir dormir também prejudica a qualidade do sono. Por isso, é importante criar uma rotina de preparação antes de ir para a cama. Faça atividades relaxantes, como ler um livro, cuidar da pele, tomar um chá quente (sem cafeína), meditação, entre outras coisas. Dessa forma, o corpo e a mente podem desacelerar.

Deputado Zé Teixeira