Dólar registra quinta queda seguida e fecha a R$ 5,36

Recuo de 1,8% da moeda norte-americana foi guiada por menor risco político local e otimismo sobre reabertura de economias

O dólar registrou a quinta queda consecutiva ante o real nesta terça-feira (26) e fechou o dia cotado a R$ 5,3599, valor 1,8% menor do que o fechamento anterior.

Segundo o R7, trata-se do menor valor de fechamento da moeda norte-americana desde o dia 20 de abril, quando o dólar encerrou o pregão vendido a R$ 5,3092. A sequência de baixas faz também a moeda registrar queda no acumulado de maio.

A movimentação foi novamente guiada pelo ambiente mais otimista no exterior e a percepção de menor risco político no ambiente doméstico. Também pesou o amplo apetite por risco no mundo com otimismo sobre reabertura de economias e estudos sobre uma vacina contra a covid-19.

Nesses cinco pregões, a moeda cedeu 6,96%, maior queda de cinco dias desde o fim de outubro de 2008, quando os ativos financeiros globais começavam a reagir a medidas de estímulos adotadas por bancos centrais para prover liquidez a um mercado abalado pela crise financeira mundial.

Apesar das perdas recentes, o dólar ainda acumula ganhos de cerca de 34% contra o real no ano de 2020, impulsionado por um ambiente de juros baixos, tensões políticas e crescimento baixo no Brasil.