Dois são presos com mais de mais de 1 tonelada de maconha em veículo com adesivos de empresa de distribuição de energia

Para tentar ludibriar a fiscalização, traficantes colaram emblemas falsos na lataria do carro, além de escadas e diversas placas clonadas

Maconha apreendida pesou 1.175 quilos – Assecom/DOF

O DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreendeu na tarde desta segunda-feira, 18, na MS-156, em Laguna Carapã, uma Fiat/Strada carregada com mais de 1,1 tonelada de maconha. Duas pessoas foram presas em flagrante. Para tentar ludibriar a fiscalização, os traficantes colocaram diversos adesivos de uma empresa de distribuição de energia elétrica em Mato Grosso do Sul, deixando o carro com as mesmas características.

Os policiais faziam bloqueio na rodovia, quando visualizaram o automóvel e deram ordem de parada. O condutor do carro, um homem de 24 anos não obedeceu a fiscalização e empreendeu fuga pela rodovia. Durante acompanhamento tático, por mais de 30 quilômetros, o motorista chegou a jogar o carro contra os outros veículos que seguiam na direção contrária, sendo alcançado e seus passageiros detidos.

Na carroceria foram encontrados os diversos tabletes, que após pesados totalizaram 1.175 quilos do entorpecente. Os autores disseram aos policiais que pegaram o veículo já carregado em Ponta Porã e levariam até Nova Andradina, onde receberiam R$ 5 mil pelo transporte.

O material apreendido, avaliado em aproximadamente R$ 1,8 milhão, foi encaminhado juntamente com os detidos e o veículo à Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira).

A ação envolvendo os policiais do DOF aconteceu dentro da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.