O Grêmio é o vencedor do Gre-Nal 423 e está na final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Neste sábado, o Tricolor foi ao Beira-Rio, jogou com um a mais desde o final do primeiro tempo e venceu o rival Internacional pelo placar de 1 a 0. Diego Souza marcou o gol da classificação nos acréscimos.

Agora, o time comandado por Renato Gaúcho encara o vencedor do duelo entre Caxias e Ypiranga, marcado para este domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. A decisão ainda não tem data e horário confirmados.

Já o Colorado tem pela frente o Tolima, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa Libertadores. O jogo está marcado para a próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em Ibagué, na Colômbia.

O jogo – Mesmo jogando fora de casa, o Grêmio foi o primeiro a levar perigo na partida. Aos sete minutos, Alisson deu belo passe de letra para Diego Souza, que ficou de frente pra Marcelo Lomba e finalizou para fora, desperdiçando grande chance.

Aos poucos, o Internacional passou a equilibrar o jogo e começou a criar oportunidades. A primeira grande chegada do Colorado veio aos 23 minutos. D’Alessandro fez a característica “La Boba”, deixou Lucas Silva para trás e cruzou para Guerrero, que tocou de cabeça por cima do travessão.

Aos 37, o Tricolor chegou a balançar as redes do rival, mas o tento foi anulado após revisão no VAR. Diego Souza recebeu, girou e soltou para Everton, que, sozinho, completou para o gol. O camisa 29, porém, estava em impedimento na origem da jogada.

Nos acréscimos da primeira etapa, drama para o Inter: Musto levou o segundo cartão amarelo por puxão em Diego Souza e foi expulso de campo. Pouco depois, mais um gol de Cebolinha foi anulado por impedimento, dessa vez de Cortez.

No início do segundo tempo, Edenílson assustou o adversário em duas oportunidades. Aos oito minutos, ele recebeu no meio, de frente para a meta gremista, e encheu o pé, exigindo grande defesa de Vanderlei. E aos 11, Moisés tabelou com D’Ale e cruzou para o camisa 8, que bateu em cima de Matheus Henrique e ganhou o escanteio. Na cobrança, Cuesta cabeceou rente à trave.

Aos 16, foi a vez do Grêmio criar perigo. Victor Ferraz apareceu livre pelo lado direito e fez o cruzamento para Thiago Neves, estreando no clássico gaúcho. O camisa 10 cabeceou bem e acertou o pé da trave colorada, quase abrindo o marcador no Beira-Rio.

Então, o jogo ficou mais truncado e as duas equipes passaram a ter mais dificuldade para construir boas oportunidades. No entanto, quando o duelo se encaminhava para os pênaltis, Diego Souza marcou o gol da vitória. Everton recebeu na esquerda e lançou na medida para o centroavante, que subiu bonito para estufar as redes de cabeça e garantir a classificação tricolor.

Ficha Técnica:
Internacional 0 x 1 Grêmio

Local: Estádio Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data: 15 de fevereiro de 2020, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima
Auxiliares: Lúcio Beiersdorf Flor e Leirson Peng Martins
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga

Gol: Diego Souza, aos 46 minutos do segundo tempo (Grêmio)
Cartões amarelos: Musto, Paolo Guerrero (Internacional); Matheus Henrique, Maicon, Lucas Silva, Thiago Neves, Diego Souza (Grêmio)
Cartão vermelho: Musto (Internacional)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Rodinei (Thiago Galhardo), Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Moisés; Musto, Rodrigo Lindoso (Zé Gabriel), Edenilson e Gabriel Boschilia (Marcos Guilherme); D’Alessandro e Paolo Guerrero.
Técnico: Eduardo Coudet

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Paulo Miranda, David Braz e Cortez (Caio Henrique); Lucas Silva (Pepê), Matheus Henrique e Maicon (Thiago Neves); Alisson, Everton e Diego Souza.
Técnico: Renato Portaluppi

Da Gazeta Esportiva

Deputado Zé Teixeira