Dia das Mães: 77% dos empresários esperam vender mais este ano, diz ACICG

Levantamento realizado pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), entre os dias 4 e 25 de abril, com empresários da Capital, revelou que 77% dos entrevistados esperam vender mais no Dia das Mães deste ano em relação a 2021.

Desse percentual, a maioria (44,25%) crê em uma alta de pelo menos 10% e 22,12% dos entrevistados avaliam que podem superar as vendas em até 20%. Pouco mais de 10% dos empresários estão ainda mais otimistas e avaliam que as vendas serão superiores a 21% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

A pesquisa também revelou a expectativa dos comerciantes quanto ao ticket médio dos consumidores. Enquanto 31,53% dos entrevistados preveem vendas entre R$51 e R$100, a maioria, ou seja, 43,24% esperam elevar esse valor para até R$200. Pouco mais de 17% dos entrevistados sinalizaram que as vendas devem ultrapassar os R$201.

Como estratégias para alavancar as vendas, 33,66% dos respondentes informaram que irão facilitar os prazos de pagamento; 31,86% apostarão na criação de promoções; 22,12% devem investir em divulgação nas redes sociais e 11,5% vão trabalhar com a criação de ofertas exclusivas para atrair o público.

O presidente da ACICG, Renato Paniago, explica que o Dia das Mães é uma das datas mais esperadas pelo comércio, pois ajuda a impulsionar o faturamento das empresas. A expectativa é que haja maior movimento de compras nesta semana da comemoração.

“Percebemos que o otimismo de 2022 está maior. O levantamento de 2021 revelou que 66% dos entrevistados esperavam vender mais em relação a 2020, primeiro ano de pandemia. Agora esse percentual está 10% maior, um sinal de que a confiança do empresário na economia está melhor”, avalia Paniago.

A pesquisa Perspectivas para o Dia das Mães de 2022 foi realizada com 113 empresários dos setores de vestuário, perfumaria, eletrônicos, alimentação, joias, entre outros serviços.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.