Após deixar para trás as polêmicas, Deyverson voltou a ser criticado no Palmeiras. Na derrota para o San Lorenzo na última terça-feira, pela Copa Libertadores, o centroavante retornou muito para ajudar os companheiros na marcação e não cumpriu a função tática exigida por Luiz Felipe Scolari, que não poupou palavras para reclamar da postura do camisa 16.

“O Deyverson não cumpriu a função que eu queria. Ele não tinha que marcar para os volantes, quem tem que marcar é volante e meia. O Deyverson é atacante. Ele tem que vir até o meio e de lá se posicionar para receber. Não marcar para os outros, não é isso o que tem que fazer. Se não coloco outro volante de centroavante. Isso que eu não gostei. Não criamos tantas chances de fazer gol. 1 a 0 foi um resultado normal”, disse o treinador.

Felipão, no entanto, não foi o único demonstrar insatisfação com a atitude do atacante. Depois da partida diante dos argentinos, o jogador disse que o Palmeiras tinha feito uma boa exibição apesar da derrota, irritando a torcida do clube e dando brecha para o Íbis Sport Club, que se autointitula o pior time do Brasil, tirar sarro nas redes sociais.

Expulso no último Derby, disputado em 2 de fevereiro, Deyverson foi suspenso por seis jogos pelo STJD e só voltou a atuar no dia 12 de maço, quando Felipão o escalou como titular na vitória diante do Melgar pela Copa Libertadores. Liberado judicialmente para atuar no Paulista, o camisa 16 começou entre os onze iniciais na vitória sobre o Novorizontino e no empate com o São Paulo, mas não balançou as redes.

O descumprimento da função tática diante do San Lorenzo e a entrevista pós-jogo, no entanto, fizeram com que o centroavante voltasse a ser criticado pelo comandante palestrino. O treinador, inclusive, já disse o atacante tem uma “chavinha que não funciona” na última temporada.

Vice-líder do Grupo F da Copa Libertadores, o Palmeiras retorna o foco para o Campeonato Paulista, onde faz o segundo duelo das semifinais diante do São Paulo neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Allianz Parque. Após empatar o primeiro jogo sem gols, o Verdão avança com uma simples vitória.

Da Gazeta Esportiva