Bombeiros seguem a procura de 36 desaparecidos, todos no Guarujá – Foto: Assessoria/Governo SP

Chega a 42 o número de vítimas dos temporais que atingiram a região da Baixada Santista na semana passada. Com a chuva, deslizamentos de terra destruíram casas e soterraram os moradores. Nesta segunda-feira os bombeiros chegam ao sétimo dia de buscas. 36 pessoas ainda estão desaparecidas e mais de 500 estão desabrigadas. O maior impacto da tragédia foi no Guarujá, que concentra 31 mortes e todos os 36 desaparecidos. Em Santos foram oito mortes e em São Vicente foram três.

Além da equipe de buscas, também atuam no Guarujá 40 militares das Forças Armadas que organizam e distribuem donativos e ajudam na segurança da região. Até agora, já foram doadas 30,5 toneladas de materiais.

Na quarta-feira (4) o governador João Doria homologou os decretos municipais que instituíram a situação de calamidade pública no Guarujá e a situação de emergência em Santos e São Vicente. Dessa forma, os municípios vão poder ter acesso a recursos federais para ações de socorro.

Governo de MS - CORONAVÍRUS