Dengue já provocou 39 mortes este ano em MS; notificações ultrapassam a marca de 66 mil

Grupo que mais é afetado pela doença no estado é formado por pessoas com idade entre 20 e 29 anos (19,67%).

Centro de Controle de Zoonoses intensifica trabalho de combate a focos do Aedes aegipty em Dourados – Foto – CCZ/Divulgação

Mato Grosso do Sul já registrou 39 mortes por dengue no ano e 66.714 notificações, segundo o relatório da Secretaria Estadual de Saúde (SES), divulgado nesta quarta-feira (29).

Segundo o G1/MS, as últimas duas mortes ocorreram em Ponta Porã, duas mulheres de 38 e 43 anos. Só em Campo Grande são 11.151 casos confirmados e em Três Lagoas, 2.696.

O grupo que mais é afetado pela doença no estado é formado por pessoas com idade entre 20 e 29 anos (19,67%), seguido por pessoas entre 30 e 39 anos (17,85%). O município com maior incidência é Douradina e o com menor, Selvíria.

Mato Grosso do Sul é o segundo estado do país no ranking de incidência de dengue com 2.400, de acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira. Os 79 municípios do estado estão classificados com alta incidência, acima de 300 casos por 100 mil habitantes.

As cidades com mais óbitos por conta da doença são Campo Grande com 7, Corumbá com 4, Naviraí com 3, Dourados com 3 e Mundo Novo com 2. Desde fevereiro, Mato Grosso do Sul decretou estado de alerta por causa da doença.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.