Escolas do município serão preparadas para o volta às aulas – Foto: Assecom/Arquivo

Força tarefa com várias secretarias municipais é preparada para garantir a execução dos serviços necessários até ao início do ano letivo

Por determinação da prefeita Délia Razuk a Secretaria de Serviços Urbanos, Agetran, Secretaria de Educação de Administração e de Saúde, preparam parceira para uma das maiores ações de limpeza direcionadas às unidades de ensino do município. Délia quer o “volta às aulas” não só com as escolas limpas, mas também todo o seu entorno.

“Queremos nossas escolas com visual diferente e em total condição de higiene, para que nossos alunos possam se orgulhar do local onde estudam, ter mais motivação nas aulas e, consequentemente, obter melhor aproveitamento daquilo que é repassados pelos educadores”, explicou a prefeita.

Outra situação colocada pela prefeita para essa força tarefa é o trabalho que será desenvolvido também no entorno das escolas. Terrenos baldios receberão serviços de roçada, limpeza e vistoria da Secretaria de Saúde, por meio do Centro de Controle de Zoonoses. A Agetran também estará envolvida, reforçando a sinalização das vias próximas, visando a segurança dos estudantes.

O secretário de Serviços Urbanos, Joaquim Soares, que está a frente desta força tarefa, disse que está marcada uma reunião com todos os envolvidos, para tratar dos detalhes dessas ações. “Nossa intenção é fazer um verdadeiro mutirão com a participação, inclusive, da comunidade escolar e da população de cada bairro”, adiantou Joaquim.

Ele lembrou que trabalho semelhante foi executado no ano passado e trouxe resultados positivos, principalmente na área de saúde e neste ano ele será intensificado. “Devemos começar essa ação já na próxima semana e teremos, pelo menos, 25 dias para deixar as escolar em plenas condições de receber os alunos”, afirmou o secretário.

A prefeita voltou a comentar sobre a preocupação com a qualidade ensino e ressaltou que a prefeitura tem se empenhado bastante para promover esse resgate, citando a aquisição do kit escolar aprovado pelo Ministério da Educação e, outros projetos, ainda em elaboração, mas que em breve serão de conhecimento público.