Casa do Mel foi inaugurada pela prefeita Délia Razuk em julho de 2017 – Foto: Arquivo/Assecom

A prefeita Délia Razuk, desde o início da atual administração, está incentivando os apicultores de Dourados com o desenvolvimento de várias ações.

Nos próximos dias a prefeita deverá reunir os produtores de mel para apresentar projeto arquitetônico da futura Casa do Mel, um local exclusivo que possibilitará a industrialização do produto.

“A obra terá um custo estimado de quase R$ 500 mil e será possível, através de parcerias com os governos estadual e federal”, afirmou Junior Bittencourt, secretário municipal de Agricultura Familiar.

Atualmente, segundo Bittencourt, estão em atividade no município cerca de quinhentos apicultores, que necessitam do incentivo da Prefeitura para facilitar não apenas a produção, mas também a organização, comercialização e a permanência no setor.

A Casa do Mel está funcionando num espaço da Escola Municipal Agrotécnica André Capelli e com a construção de um prédio próprio a produção ganharia um novo impulso.

O secretário de Agricultura Familiar disse que existe um estudo para que poderá resultar na cessão de uma área de dois mil metros quadrados no Parque Industrial Londrina (na extensão da avenida Marcelino Pires) para a construção.

A primeira ação da administração Délia Razuk para os apicultores aconteceu em julho de 2017, quando foi inaugurado o entreposto do mel na Escola André Capelli, um investimento de R$ 24 mil, com emendas do vereador Madson Valente e do deputado estadual José Carlos Barbosa.

À época foram entregues à Associação Pro-Mel, que administra o entreposto, 32 quadros de melgueira, um cilindro industrial, dois baldes e uma peneira de inox, quatro tanques decantadores de aço, sendo dois com capacidade para 100 quilos e dois para 200 quilos de mel.

Os produtores também receberam uma caldeira derretedora de cera e duas mesas desoperculadoras. Bittencourt afirmou que Dourados tem uma produção anual de vinte toneladas de mel.

O secretário acrescentou que através de parcerias com o Ministério da Agricultura e o Governo do Estado, por meio da Semagro e da Agraer, outros equipamentos foram doados à Pro-Mel, como sachezeira, decantadores, centrífuga elétrica, descristalizador, homogeneizador e refratômetros.

O secretário destacou o apoio que a administração da prefeita Delia dá aos pequenos produtores e agricultores familiares para dar melhores condições à produção de alimentos de qualidade para a população, além da geração de emprego e renda e a fixação do homem no campo.