Delegada ressalta importância do ‘Agosto Lilás’ durante sessão da Câmara de Dourados

Delegada discursou sobre a importância do combate a violência - Foto: Eder Gonçalves
Delegada discursou sobre a importância do combate a violência – Foto: Eder Gonçalves

A Câmara de Dourados recebeu durante a sessão ordinária desta segunda-feira (14), a delegada titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Paula Ribeiro dos Santos Oruê, para debater sobre os casos de violência doméstica em Mato Grosso do Sul e as formas de combatê-los. Na ocasião, ela ressaltou ainda a importância da criação do ‘Agosto Lilás’ no município, que leva a prevenção e informação para crianças e adolescentes.

“O Agosto Lilás é de suma importância. Acredito que a única forma de mudar o futuro é levar conhecimento sobre o que é violência doméstica para eles, educando sobre o quão errado isso é”, apontou a Paula Ribeiro.

A delegada explanou sobre os casos envolvendo a violência doméstica contra a mulher, pontuando dados da ONU (Organização das Nações Unidas), onde revela que três a cada cinco mulheres sofrem violência no relacionamento abusivo, sendo ela física, psicológica, emocional, entre outras.

A vereadora Daniela Hall (PSD) agradeceu aos vereadores da Casa de Leis por terem aprovado, em unanimidade, o Projeto “Maria da Penha vai à Escola”, que passou a ser obrigatório no município, porém ressalta que a educação não pode estar somente ao ambiente escolar.

“A educação das nossas crianças não pode acontecer somente nas escolas, mas também em casa. Ensinar os nossos filhos que é crime cometer qualquer tipo de violência contra a mulher é de extrema importância e este projeto veio de encontro com anseio da nossa sociedade”, comentou a vereadora.

Indicações

O vereador Cido Medeiros (DEM) solicitou informações sobre a previsão de conclusão da construção dos Ceims (Centro de Educação Infantil Municipal) dos bairros Parque das Nações, BNH 1º Plano e Jardim Vitória. Também requereu pavimentação asfáltica nos jardins Jequitibá e Caiman.

Bebeto (PR) pediu melhorias na sinalização de trânsito às margens da MS-156, também no cruzamento das ruas Benjamin Constant e Cuiabá, além de posto avançado do Banco do Brasil no distrito de Vila Vargas.

O vereador Idenor Machado (PSDB) indicou estudo para implantação de conversão a direita e esquerda no semáforo da Avenida Hayel Bon Faker, no cruzamento com a Rua Joaquim Teixeira Alves, para descongestionar a Rua Nelson de Araújo. Também implantação de placas de Pare no cruzamento da Rua dos Missionários com a Rua Monte Alegre.

O vereador Cirilo Ramão (PMDB) requereu ao secretário municipal de Saúde, Renato Vidigal, a colocação de toldo na entrada do Posto de Saúde do Jardim Guaicurus, para impedir que pacientes se molhem durante espera do atendimento. Também o conserto de grades de boca de lobo na Via Parque, no Bairro Cachoeirinha.

Jânio Miguel (PR) encaminhou indicação à prefeita Délia Razuk para viabilizar instalação de semáforo na Rua Ponta Porã, no cruzamento com a Rua Balbina de Matos. Em pedido de urgência, o conserto de boca de lobo localizada no cruzamento da Rua Floriano Peixoto com a Rua João Vicente Ferreira.

Braz Melo requereu operação tapa-buracos, limpeza e manutenção no Jardim Itália, também que seja elaborado projeto para asfaltamento do Mini Anel Rodoviário, próximo a Chácara Caiúas.

O vereador Marçal Filho (PSDB) solicitou a instalação de lixeiras, principalmente na área central de Dourados.

O vereador Ramim (PDT) requereu a regularização de pequenos comércios localizados em loteamentos sociais do município. Também solicitou a implantação de faixas de retenção para motos e ciclistas nos semáforos das vias de grande movimentação da cidade.

Silas Zanata (PPS) pediu providências para a criação de um EJA (Ensino de Jovens e Adultos) no distrito de Picadinha e também informações sobre a instalação de rede de energia na Aldeia Bororó.