Delegacia da Mulher em Maracaju ganha corpo e é discutida com cúpula do Governo

Representantes de Maracaju estiveram nesta segunda-feira, 18, na governadoria, para tratar da implantação da Delegacia da Mulher no município – Assessoria

Nesta segunda feira (19), a primeira dama de Maracaju, Leila Gonçalves Azambuja, acompanhada das vereadoras Marinice Penajo, Eliane Simões, a presidente da OAB Subseção Maracaju, Nely Ratier, e o delegado de Polícia Amilcar Romeiro Paracatu, estiveram em Campo Grande onde foram recebidos pela vice governadora Rose Modesto, Subsecretária de Políticas para Mulheres, Luciana Azambuja Roca, primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja, Secretário de Segurança, Antonio Carlos Videira, Delegado Geral Marcelo Vargas e Secretário de Estado de Comunicação, Edio Rezende.

A reunião aconteceu na governadoria, onde o principal assunto tratado foi a criação da Delegacia Especializada da Mulher em Maracaju. Esse encontro e resultado dos trabalhos feitos pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, que contou com apoio da OAB, Câmara Municipal e Defensoria Pública.
Além da efetivação da Delegacia da Mulher, foi apresentado os números de atendimento à mulher em diversas áreas no município, com a intenção de buscar apoio para enfrentar a demanda.

No primeiro momento e devido a necessidade, ficou firmado o compromisso da criação da sala Lilás, dentro da própria delegacia, adequando o espaço para que as mulheres possam ser atendidas de forma diferenciada; principalmente as que forem vítimas de violência.
Para a primeira dama Leila Gonçalves Azambuja, mais um passo importante foi dado na reunião, ficando provado a real necessidade da criação da Delegacia Especializada para atendimento à mulher; e o Governo do Estado, através da Vice Governadora, primeira dama Fátima e a Secretária Luciana, estão sensibilizadas e sabem da importância que tem a delegacia, e conhecem todo o trabalho que é feito em Maracaju no tocante a proteção às mulheres e a família como um todo.