Defesa de Temer pede que STF devolva denúncia à PGR

Presidente quer que texto seja ‘reanalisado’

A defesa do presidente Michel Temer pediu nesta sexta-feira (15) que o Supremo Tribunal Federal (STF) devolva a denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para a entidade.

Segundo os defensores, no pedido ao ministro Edson Fachin, é preciso que o texto de mais de 200 páginas seja “reanalisado” porque cita “fatos anteriores” ao período em que Temer estava na Presidência.

Pela Constituição, um mandatário só pode ser denunciado ao STF se o crime tiver sido cometido durante o período de seu governo.

Agora, o ministro pode acatar ou não o pedido da defesa.

Se aceitar, será preciso enviar a denúncia de volta até este domingo (17), para ela ser analisada por Janot, ou se for a partir de segunda-feira (18), ela será analisada pela nova procuradora-geral Raquel Dodge.

A segunda denúncia de Janot contra Temer acusa o presidente de organização criminosa, com outros membros de seu partido, o PMDB, e de obstrução de Justiça, ao lado dos delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud.

Anteriormente, o procurador havia denunciado o mandatário pelo crime de corrupção passiva, em denúncia rejeitada pela Câmara dos Deputados.

Da AnsaFlash