Defesa Civil alerta para riscos de incêndio com tempo seco

Foto: Divulgação Defesa Civil/MS

Apesar da redução no número de casas de 2019 para 2020, é importante manter as medicas preventivas

O que às vezes começa como uma pequena fogueira, por causa do tempo seco desta época do ano, acaba tomando proporções assustadoras. É por isso que os órgãos fiscalizadores fazem um alerta para a população, já que a principal causa dos incêndios é a ação humana. Por isso, a melhor forma de controle é a prevenção.

Segundo o Tenente Coronel do Corpo de Bombeiro, Humberto Jose Sepa de Matos Filho, é importante que as populações, principalmente da zona rural, façam aceiros na propriedade. “Aceiros são faixas ao longo das cercas mínimo de 5 metros onde a vegetação foi completamente eliminada da superfície do solo. A finalidade é prevenir a passagem do fogo para área de vegetação, evitando-se assim queimadas ou incêndios e não utilizar o fogo para qualquer tipo de atividade na vegetação”, explica.

Em 2019 Dourados registrou 305 incêndios, já em 2020 esse número reduziu para 212, uma queda de 30% nos casos. Esse ano, os Bombeiros registraram 134 casos até o dia 21 deste mês.

O coordenador municipal da Defesa Civil, Jamil da Costa, lembra que para denúncias o cidadão pode ligar no 199, número da Defesa, ou no 153 que é o da Guarda Municipal. Porém em casos de incêndio a primeira atitude é ligar para o Corpo de Bombeiros, no 193. “Os Bombeiros são os responsáveis por apagar e quando solicitado a defesa civil faz o apoio. Fazemos os relatórios, o auto de infração e trabalhamos para encontrar quem provocou”, detalha.

A Defesa Civil lembra que, ainda que muitos incêndios possam ser controlados, os custos econômicos, ecológicos e sociais são altos e podem ser evitadas com a colaboração de todos.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.