De rival a espião: Lucas Lima vira arma do Palmeiras contra o Santos

Meia terá primeiro duelo contra o ex-clube no próximo domingo, na arena do Verdão

De rival a espião. Assim pode ser resumida a trajetória de Lucas Lima nos últimos meses. Se antes vestia a camisa 10 do Santos e liderava a equipe da Baixada, principalmente nos polêmicos encontros contra o Palmeiras, hoje ele é uma das principais referências ofensivas do Verdão.

Depois de quatro anos vestindo a camisa alvinegra na Vila Belmiro, Lucas Lima terá no próximo domingo a primeira oportunidade de enfrentar o Peixe. E o fato de o atleta conhecer bem o seu antigo clube e os seus ex-companheiros deve ser um aliado de Roger Machado na preparação palmeirense durante a semana, na Academia de Futebol.

– Ninguém mais do que ele pode nos ajudar com alguma coisa do que vivenciou lá. Mas é outro treinador que está no clube agora. Sabemos que em clássico se iguala. Temos de estar preocupados com o nosso time. Que o Lucas possa estar numa tarde inspirada para nos ajudar, com a qualidade tem, e agora criar essa dificuldade para a equipe do Santos – disse Willian.

Titular nas quatro partidas do Palmeiras em 2018, Lucas Lima é uma das principais saídas ofensivas da equipe de Roger Machado. Posicionado em uma linha de quatro no meio de campo, posicionada entre a marcação de Felipe Melo e a referência de Miguel Borja, o jogador tem sido o responsável pela ligação.

Com um gol marcado e duas assistências, o camisa 20 tem sido, ao lado de Dudu, quem mais distribui a bola no campo de ataque, rodando pelos lados do campo, se apresentando como opção para os pontas e laterais e também se aproximando da área. A expectativa pelos lados do Palmeiras é de mais uma boa apresentação no domingo.

– Sabemos que ele é diferenciado. Está tendo um bom início com a camisa do Palmeiras. Que nesse clássico todos possam ajudá-lo a fazer um grande jogo, e sairmos com a vitória – afirmou Willian.

Do Globo Esporte