Estudantes que concluíram o ensino fundamental podem participar do processo seletivo. Inscrições vão até dia 6 de novembro

O Campus Nova Andradina do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) oferece duas opções de cursos técnicos integrados ao ensino médio no Exame de Seleção 2020. Agropecuária é para aqueles que gostam da área de produção agrícola e animal, já o técnico em Informática é para os que preferem computadores e os desafios do ambiente virtual.

Ofertados de forma articulada, os cursos técnicos integrados permitem que o aluno tenha as disciplinas básicas do ensino médio enquanto cursa a formação técnica na área escolhida. Com o certificado de conclusão do curso em mãos, o estudante do IFMS pode tanto ingressar no ensino superior quanto no mundo do trabalho.

Para estudar no IFMS, o interessado deve ser aprovado no Exame de Seleção 2020.

Para Nova Andradina, são ofertadas 160 vagas, sendo 80 para cada curso. As aulas do técnico em Agropecuária são nos períodos matutino e vespertino, com duração de três anos. Já Informática oferece atividades à tarde e o curso leva três anos e meio para ser concluído.

As inscrições no Exame de Seleção 2020 vão até 6 de novembro e podem ser feitas na Página do Candidato da Central de Seleção do IFMS, onde está publicado o edital com as regras do do processo seletivo.

Para fazer a inscrição, é necessário informar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) do estudante. E atenção: esta quinta-feira, 10, é o último dia para que alunos de escola pública solicitem a isenção da taxa, no valor de R$ 25,00.

Agropecuária – O curso, que faz parte do eixo tecnológico Recursos Naturais, é indicado para aqueles que tenham interesse nas diversas etapas das produções agrícola e animal.

Nas aulas, o estudante aprende a selecionar, produzir e aplicar insumos, sementes e mudas, manejar e comercializar animais, projetar instalações rurais, entre outras atividades, além de cursar as disciplinas básicas do ensino médio como Português, Matemática, História, Geografia e Biologia.Na formação técnica, o aluno tem disciplinas como Culturas Anuais, Criações Alternativas e Mecanização Agrícola, entre outras.

Aqueles que optarem pela área técnica após o curso podem trabalhar em propriedades rurais, empresas comerciais do setor, estabelecimentos agroindustriais, assistência técnica, extensão rural e pesquisa, ou ainda em parques e reservas naturais, cooperativas e associações rurais.

O curso, ofertado pelo IFMS apenas no município de Nova Andradina, atrai estudantes de outras regiões do estado. É o caso de Lucas Silva, 17, aluno do 4º semestre. O jovem veio de Coronel Sapucaia, cidade que fica na fronteira do Brasil com o Paraguai, para ingressar no Instituto Federal.

“Escolhi Nova Andradina por causa do curso, com o qual eu me identifico muito. Gosto de disciplinas como Topografia, que é bastante voltada à agricultura e envolve a questão de avanços tecnológicos e utilização para levantamento de curvas de nível, por exemplo, e Drenagem e Irrigação, que tem muitas aulas práticas”, cita Lucas.

“Outro diferencial é o sistema de permanência do estudante, que permite nosso contato diretos com os professores, fora do horário de aula, para tirarmos as dúvidas que surgem”, complementa.

Lucas, que reside na moradia estudantil do campus, opção disponibilizada aos estudantes que vêm de outros municípios, ressalta que seu envolvimento com o IFMS vai além das aulas do curso. “Participo de projetos de iniciação cientifica e já fui bolsista de extensão. Também faço um curso extracurricular de inglês. O IFMS tem trazido muitas coisas novas para minha vida pessoal e acadêmica”.

Saiba mais sobre o curso técnico integrado em Agropecuária oferecido pelo IFMS.

Lucas é aluno do 4º semestre do curso técnico integrado em Agropecuária – Foto: Arquivo Pessoal

Informática – É a outra opção de curso técnico integrado ao ensino médio do IFMS em Nova Andradina. Ideal para estudantes que têm familiaridade com computadores e tecnologias em geral.

No curso, o aluno aprende a desenvolver programas de computador seguindo as especificações da lógica e das linguagens de programação. Banco de Dados, Linguagem de Programação e Sistemas Operacionais são algumas das disciplinas específicas, que se somam ao conteúdo básico do ensino médio.

O técnico em Informática instala sistemas operacionais, aplicativos e periféricos, desenvolve aplicações com acesso à web e banco de dados, realiza a manutenção de computadores e instala redes em locais de pequeno porte.

A atuação do profissional é abrangente, podendo trabalhar de forma autônoma em serviços e manutenção de informática, empresas de assistência técnica, além de instituições públicas, privadas e do terceiro setor que demandem sistemas computacionais, especialmente envolvendo programação de computadores.

“As que mais gostei foram as de programação, foi muito interessante descobrir o que pode ser feito. É uma forma de descobrir um mundo novo cheio de possibilidades”, diz Maria Eduarda Milhorança, 17, do 6º semestre.

A experiência da estudante no IFMS vai muito além da sala de aula. “Umas das coisas que me marcou foi participar da iniciação científica, com um projeto de aplicação de sensores e micro-controladores de baixo custo para o monitoramento de um aviário, que me trouxe muito conhecimento. Também participei de campeonatos de esportivos, fiz estágio e uma visita técnica em Foz do Iguaçu, no Paraná”, enumera.

“Não imaginava ganhar tantas experiências como as que o IFMS me proporcionou, dando visão de futuro e amadurecimento, além de várias oportunidades únicas”, acrescenta.

Confira mais informações sobre o curso técnico integrado em Informática oferecido em Nova Andradina.

Exame de Seleção 2020 – O IFMS oferta, ao todo, 1.440 vagas em 11 diferentes opções de cursos nos municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

Há vagas para cursos técnicos integrados em Agricultura, Agropecuária, Alimentos, Aquicultura, Desenvolvimento de Sistemas, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Informática para Internet, Mecânica e Metalurgia.

A prova será aplicada no dia 24 de novembro, nos dez municípios onde o IFMS tem campus. Serão 50 questões de múltipla escolha, sendo 20 de Língua Portuguesa, 20 de Matemática e 10 de Conhecimentos Gerais. Saiba o que cai na prova.

Metade das vagas é reservada a candidatos que estudaram em escola pública. Desse total, há cotas para aqueles que comprovarem renda familiar bruta mensal per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio, aos que se autodeclararem pretos, pardos e indígenas, e a pessoas com deficiência.

A opção de beneficiário de ação afirmativa deverá ser informada no ato da inscrição. Os cotistas deverão comprovar a condição na matrícula, caso contrário perderão a vaga e serão reclassificados em lista de espera.

A previsão é que o gabarito seja divulgado no dia seguinte a prova. O resultado preliminar está previsto para 16 de dezembro. As matrículas ocorrerão entre 14 e 17 de janeiro. Lembrando que é indispensável ao candidato ter concluído o ensino fundamental (9º ano) até a data da matrícula.

Confirma mais informações sobre o processo seletivo na página do Exame de Seleção 2020. Dúvidas podem ser tiradas pelo e-mail processoseletivo@ifms.edu.br.

Vagas ofertadas no Exame de Seleção 2020

Campus Curso Turno Vagas
Aquidauana Técnico em Edificações Matutino¹ 40
Vespertino² 40
Técnico em Informática Matutino¹ 40
Vespertino² 40
Campo Grande Técnico em Eletrotécnica Matutino¹ 40
Técnico em Informática Vespertino² 80
Técnico em Mecânica Matutino¹ 40
Corumbá Técnico em Informática Matutino¹ 40
Técnico em Metalurgia Vespertino² 40
Coxim Técnico em Alimentos Vespertino² 40
Técnico em Aquicultura Vespertino² 40
Técnico em Desenvolvimento de Sistemas Vespertino² 80
Dourados Técnico em Informática para Internet Matutino¹ 80
Vespertino² 80
Jardim Técnico em Edificações Matutino¹ 40
Técnico em Informática Matutino¹ 40
Naviraí Técnico em Informática para Internet Matutino¹ 40
Vespertino² 40
Técnico em Agricultura Matutino ¹ 40
Vespertino ² 40
Nova Andradina Técnico em Agropecuária Matutino e Vespertino 80
Técnico em Informática Vespertino² 80
Ponta Porã Técnico em Agricultura Matutino¹ 40
Vespertino² 40
Técnico em Informática Matutino¹ 40
Vespertino² 40
Três Lagoas Técnico em Informática Matutino¹ 80
Técnico em Eletrotécnica Vespertino² 80

1 Aulas no período matutino, podendo ocorrer no vespertino para atendimento da distribuição da carga horária do curso.
2 Aulas no período vespertino, podendo ocorrer no matutino para atendimento da distribuição da carga horária do curso.