Acertado com o São Paulo desde o dia 14 de fevereiro, Cuca estuda antecipar a sua estreia pelo clube. Por estar realizando um tratamento cardiológico, o treinador iniciaria os trabalhos no dia 15 de abril ou após o fim do Campeonato Paulista. No entanto, como seu quadro de saúde vem apresentando evolução, ele pode dirigir a equipe já nesta reta final do Campeonato Paulista.

Operado no coração em dezembro de 2018, o comandante deverá passar por uma consulta com o cardiologista Constantino Constantini nos próximos dias e informar a diretoria tricolor o resultado de sua avaliação.

Uma eventual antecipação em seu retorno ao São Paulo não tem ligação com o mau momento do time na temporada. Cuca assumiria a equipe antes do esperado somente por sua evolução clínica.

Em caso de eliminação para o Ituano nas quartas de final do Paulistão, Cuca iniciaria sua segunda passagem pelo clube imediatamente, visto que sua precaução maior é com a exposição ao estresse dos jogos. Neste cenário, sua estreia ficaria para a primeira rodada do Campeonato Brasileiro, que será disputada entre os dias 27 e 29 de abril.

Com o aval médico, Cuca assumiria os trabalhos dentro de campo, e Vagner Mancini retomaria suas atividades como coordenador técnico, cargo para o qual foi contratado. Desde que assinou com o São Paulo, Cuca passou a participar diretamente do planejamento da equipe.

Na semana passada, inclusive, ele visitou o CT da Barra Funda para conversar com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, com o diretor-executivo de futebol Raí, e com o gerente de futebol Alexandre Pássaro. Também trocou informações sobre o time com o técnico interino Vagner Mancini.

Cuca quer mudar o perfil da equipe e, por isso, pediu algumas contratações, como a do versátil meio-campista Tchê Tchê e do atacante Keno, com quem trabalhou no Palmeiras. A parte financeira, no entanto, vem atrapalhando ambas as negociações. Em compensação, o clube segue otimista em se reforçar com Alexandre Pato e Marquinhos Calazans, do Fluminense – um pedido especial do treinador.

Da Gazeta Esportiva