O atacante argentino estava desaparecido desde 21 de janeiro – Divulgação

É do jogador argentino Emiliano Sala, 28 anos, o corpo encontrado nos destroços de um avião monomotor que caiu no Canal da Mancha, quando voava de Nantes, na França, para Cardiff, no Reino Unido.

Os restos mortais foram tirados do mar na última quarta (6) e identificados na noite desta quinta-feira (7), por meio de exames de DNA, segundo a polícia de Dorset. Eles estavam a quase 70 metros de profundidade.

“O corpo transferido ao porto de Portland foi formalmente identificado como sendo do jogador profissional Emiliano Sala”, disse a polícia. O piloto da aeronave, David Ibbotson, continua desaparecido.

O avião havia sido encontrado no último domingo (3), 13 dias após seu desaparecimento, por uma equipe de socorristas contratada pela família de Sala, já que as buscas oficiais tinham sido encerradas.

O argentino acabara de fechar sua transferência do Nantes para o Cardiff City, que disputa a Premier League, por 17 milhões de euros. Antes de o avião sumir dos radares, Sala chegou a enviar um áudio a amigos dizendo que sentia “medo” porque a aeronave parecia estar “caindo aos pedaços”.

Da AnsaFlash