Neste sábado, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians saiu na frente contra o Cruzeiro, mas foi derrotado de virada por 2 a 1 em Itaquera. Com jogo equilibrado, a vitória da Raposa só foi definida com um gol polêmico, que rendeu muita discussão em campo.

Com o resultado, o Timão estaciona com 44 pontos na quarta colocação, mas pode perder a vaga no G4 para o São Paulo, que joga neste domingo. Já o Cruzeiro sai do Z4 de maneira provisória, e agora é o 16º colocado com 28 pontos.

O Corinthians volta a campo no próximo sábado, às 17h, quando tem clássico contra o Santos em Itaquera. No mesmo dia, mas às 21h, o Cruzeiro recebe o Fortaleza no Mineirão.

Quem tinha a posse de bola e comandava as ações do jogo era a equipe do Cruzeiro. Os comandados de Abel Braga chegavam com perigo pela esquerda, com as jogadas de Marquinhos Gabriel na linha de fundo. Por outro lado, o Corinthians também assustava nos contragolpes, sempre visando os cruzamentos para Gustavo.

No momento em que se reencontrava no jogo, o Timão achou o gol que abriu o placar em Itaquera, aos 33. Vital cruzou em direção à Gustavo, mas Fabrício Bruno escorou para o alto. Na descida da bola, Fagner apareceu no segundo pau e pegou de primeira, cruzado, para estufar as redes.

A festa da Fiel, entretanto, durou pouco. No primeiro ataque da Raposa após o reinício do jogo, o Cruzeiro chegou com perigo no ataque, e Bruno Méndez cortou com o braço o cabeceio de Marquinhos Gabriel. Depois de rápida revisão no VAR, Bruno Arleu de Araujo assinalou pênalti e ainda amarelou o uruguaio. Na cobrança, Fred cobrou com categoria para igualar o placar.

Na volta para a etapa final, o Timão até chegou a balançar as redes, mas o lance foi anulado. Logo aos sete, Matheus Vital mandou para o gol, na sobra do escanteio, mas a arbitragem viu um empurrão de Marllon em Fred, e parou a jogada.

O jogo ficou lá e cá, com as duas equipes tendo chances de desempatar o jogo. Janderson teve a melhor chance para o Timão, mas o Cruzeiro respondeu com Fred. Em ambas, as fracas finalizações impediram a rede de balançar.

Cruzeiro vira com gol polêmico

Aos 25 minutos, em um lance que gerou muita discussão, o Cruzeiro chegou ao gol da vitória. Na dividida entre Marquinhos Gabriel e Fagner, o lateral corintiano deu o último toque e a bola sobrou para Éderson, isolado no ataque, que só teve o trabalho de driblar Walter e empurrar para o gol.

Marllon, o último defensor do Corinthians, ficou parado porque viu o auxiliar levantar a bandeira, mas o árbitro deu prosseguimento à jogada. Todo o elenco do Timão partiu para a reclamação, e quem mais se exaltou foi o técnico Fábio Carille, que foi expulso.

Nervoso e pressionado para ao menos empatar, o time alvinegro não conseguiu criar jogadas de perigo no ataque. Mesmo com as entradas de Love e Clayson, o Timão pouco incomodou a zaga da Raposa, e o árbitro apitou o fim do jogo aos 49 minutos.

Ficha Técnica
Corinthians 1 x 2 Cruzeiro

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 19 de outubro de 2019 (sábado)
Horário: 19h (de Brasília)
Arbitragem: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
VAR: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Cartões amarelos: Bruno Méndez, Fagner e Vagner Love (Corinthians); Éderson (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Fábio Carille
Gols: Fagner, aos 33 do 1ºT (Corinthians); Fred, aos 37 do 1ºT e Éderson, aos 25 do 2ºT (Cruzeiro)

CORINTHIANS: Walter, Fagner, Bruno Méndez, Marllon e Danilo Avelar; Ralf; Pedrinho (Clayson), Sornoza (Jadson), Mateus Vital (Vagner Love) e Janderson; Gustavo
Técnico: Fábio Carille

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé (Cacá), Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson, Robinho (Ariel Cabral) e Thiago Neves; Marquinhos Gabriel e Fred (Joel)
Técnico: Abel Braga

Da Gazeta Esportiva