Em evento realizado na noite desta quinta-feira, no Rio de Janeiro, a Conmebol sorteou os grupos da Copa América de 2019, que será disputada no Brasil entre os dias 14 de junho e 7 de julho. O País volta a sediar o torneio após exatos 30 anos. Em 1989, a Seleção se sagrou campeã da competição pela quarta vez.

Cabeça de chave do Grupo A, o Brasil encara a Bolívia em seu primeiro compromisso e em seguida tenta confirmar a vaga nas quartas de final contra Venezuela e Peru.

O jogo que abre a 46ª edição da Copa América será disputado no Morumbi, em 14 de junho. Depois, no dia 18, o time dirigido por Tite enfrenta a Venezuela, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e o Peru, na Arena Corinthians, em São Paulo, no dia 22.

A Argentina, que não ganha o torneio desde 1993, encabeça o Grupo B, integrado também por Colômbia, Paraguai e Catar. Maior vencedor da competição, com 15 títulos, o Uruguai lidera o Grupo C e duelará com Equador, Japão e Chile.

A Copa América 2019 será disputada por 12 seleções, sendo que Japão e Catar participarão como convidados da Conmebol. As duas melhores equipes de cada chave e os dois melhores terceiros colocados avançam para as quartas de final.

Além de São Paulo (Morumbi e Arena Corinthians), Rio de Janeiro (Maracanã), Salvador (Arena Fonte Nova), Porto Alegre (Arena Grêmio) e Belo Horizonte (Mineirão) serão as cidades-sedes da competição. A final, marcada para o dia 7 de julho, será disputada no Maracanã.

Os técnicos das 12 seleções participantes da Copa América estiveram presentes na cerimônia, incluindo Tite, que acompanhou o sorteio sentado ao lado de Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF.

Participaram da cerimônia de sorteio os ex-jogadores Cafu, Zico e Zé Roberto (Brasil), Javier Zanetti (Argentina), Francisco Maturana (Colômbia), Julio César Romero (Paraguai), Diego Lugano (Uruguai) e a jogadora Marta (Brasil).

Campeão da Copa América em 1999, Ronaldinho Gaúcho também apareceu na cerimônia. O craque que defendeu Barcelona e Seleção Brasileira subiu ao palco para apresentar a bola que será utilizada no torneio, de nome Rabisco.

Da Gazeta Esportiva