Contas do governo registram déficit de R$ 28,9 bi no primeiro semestre do ano

Principal ponto de desequilíbrio foi a Previdência, já que o rombo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ultrapassou os R$ 95 bilhões de janeiro a junho de 2019

As contas do governo federal fecharam o primeiro semestre do ano no vermelho. Segundo o Tesouro Nacional, o déficit foi próximo de R$ 29 bilhões nos seis primeiros meses do governo Bolsonaro.

Isso significa que as despesas do governo superaram as receitas com impostos e contribuições. Apesar do déficit, o Tesouro apontou que esse foi o melhor resultado na primeira metade de um ano desde 2015.

O principal ponto de desequilíbrio foi a Previdência, já que o déficit do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ultrapassou a casa dos R$ 95 bilhões de janeiro a junho, valor que representa um crescimento de 4,3% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando o rombo superou os R$ 91 bilhões.