Home Esportes Conmebol reduz pena de Felipe Melo que pode voltar nas oitavas de...

Conmebol reduz pena de Felipe Melo que pode voltar nas oitavas de final

O volante Felipe Melo poderá participar das oitavas de final da Copa Libertadores. A Conmebol decidiu nesta sexta-feira reduzir pela metade a punição aplicada ao jogador do Palmeiras, o que possibilita sua presença já na próxima fase do torneio continental.

Envolvido na confusão que marcou o jogo contra o Peñarol, Felipe Melo foi punido pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol com seis jogos de suspensão, além de uma multa de US$ 10 mil. Nesta sexta-feira, a Câmara de Apelações da entidade resolveu reduzir a pena para três partidas e US$ 5 mil.

O volante desfalcou o Palmeiras nos confrontos com Jorge e Wilstermann e Atlético Tucumán. No próximo dia 5 de julho, o time alviverde inicia as oitavas de final contra o Barcelona de Guaiaquil, no Equador. Em 9 de agosto, com Felipe Melo já liberado, a equipe decide a vaga no Palestra Itália.

Durante a partida contra o Fluminense, disputada no último sábado pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, Felipe Melo fraturou a mão esquerda e sofreu lesão muscular na coxa direita. Com prazo de recuperação estimado em seis semanas, ele pode voltar a tempo de enfrentar o Barcelona.

Assim que concluir seu processo de recuperação, Felipe Melo enfrentará uma concorrência intensa para recuperar a vaga no time titular, uma vez que o clube alviverde contratou o ex-corintiano Bruno Henrique, que estava no Palermo, da Itália.

Além do gancho a Felipe Melo, agora reduzido, a Conmebol puniu o Palmeiras com três jogos sem torcida como visitante e multa de US$ 80 mil. O clube planeja enviar representantes ao Paraguai, sede da Conmebol, para combater a medida no próximo dia 23 de junho.

Às 16 horas (de Brasília) deste domingo, em busca de seus primeiros pontos como visitante no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o Bahia, no Estádio da Fonte Nova. A tendência é que Thiago Santos seja mantido por Cuca na cabeça de área em Salvador.

Da Gazeta Esportiva

Sair da versão mobile