“Conclusão de mais de 200 obras inacabadas mostra nosso respeito com dinheiro público”, diz governador

Das 214 obras inacabadas, 208 já foram entregues. O Aquário do Pantanal é uma das seis que ainda devem ser finalizadas – Foto: Chico Ribeiro

Programa criado pelo Governo do Estado tem garantido a finalização de empreendimentos que não foram concluídos por administrações anteriores, com intuito de impedir desperdício dos recursos públicos.

“Se a obra começou com dinheiro público, ela tem que terminar”, destacou o governador Reinaldo Azambuja, ao apresentar à imprensa online balanço das ações de Governo em 2017, na semana passada, no auditório da Governadoria.

Por meio do Programa Obra Inacabada Zero, a atual gestão estadual já concluiu 208 obras de governos anteriores, algumas paralisadas há décadas. “Esse programa mostra nosso respeito com o dinheiro dos contribuintes”, afirmou Reinaldo Azambuja.

Entre elas, está o hospital do Trauma, anexo à Santa Casa de Campo Grande, cujos trabalhos estão em fase final e deverá ser inaugurado no início de 2018. A construção foi iniciada há 21 anos e antes da atual gestão não havia previsão de ser concluída.

Ao todo, são 214 obras deixadas por administrações anteriores que em processo de estão sendo finalizadas pelo Governo do Estado. Titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli, chegou a assinar contrato de gestão com o Governo do Estado em 2015 tornando público o compromisso de finalizar todas as obras iniciadas e não terminadas pelas administrações anteriores.

Até o momento, 208 já foram concluídas por todo o Estado. Entre elas estão estradas, escolas, hospitais, conjuntos habitacionais e diversos outros. Duas estão em andamento e faltam somente três presídios e a finalização do Aquário do Pantanal, em Campo Grande.