Crédito da imagem: Buce Mars/Pexels

Imobiliárias de todo o país já utilizam essas novas tecnologias para estimular as vendas

A tecnologia nos traz duas grandes possibilidades de interação com a realidade: visitar um lugar diferente sem termos que ir de fato até lá ou explorar novas informações no ambiente em que estamos.

Para oferecer aos clientes esses tipos de experiências é que corretores e imobiliárias de todo o país estão decidindo apostar na realidade virtual, nos vídeos em 360 graus e na realidade aumentada.

Descubra um pouco mais sobre cada uma dessas ferramentas trazidas pelo avanço da tecnologia e como as mesmas ajudam a compreender a expansão imobiliária no Brasil.

1. Realidade Virtual

Com a ajuda desse tipo de tecnologia, as pessoas podem conhecer novas realidades sem nem saírem do lugar onde estão. Esta nova ferramenta permite, por meio de óculos virtuais (iguais ao que você vê na imagem acima), que um possível interessado em apartamentos ou casas à venda, por exemplo, “visite” vários imóveis em poucos minutos.

É que esses óculos virtuais possuem dentro deles um aplicativo, que roda as imagens do imóvel em 3D. Para quem vive sem tempo, essas “visitas virtuais” ajudam muito a agilizar a busca por propriedades e a tomar a decisão certa sem ter que se deslocar pela cidade para visitar uma por uma.

A realidade virtual tem ajudado muito a aumentar a eficiência de imobiliárias e corretores Brasil afora no trabalho de buscar clientes. Sabe aquele drama de encontrar horários compatíveis para marcar uma visitação?

E ainda ter que correr o risco de um cliente desmarcar ou não comparecer, diminuindo o rendimento do vendedor imobiliário? Bom, com a realidade virtual, esse drama passa a não mais existir.

Se, antigamente, um corretor precisava passar dias acompanhando um potencial comprador em visitas a casas ou apartamentos à venda, hoje é possível fazer todo esse trabalho sem nem sair do escritório.

Ao utilizar os óculos para a visualização em realidade virtual, o usuário tem uma impressão fidedigna sobre o espaço, as cores da decoração e a movimentação na área, sentindo-se inserido no imóvel.

E, o melhor de tudo, é que o corretor não perde tanto tempo com os seus clientes, podendo se focar, inclusive, na busca por novos compradores em potencial.

2. Realidade Aumentada

A realidade aumentada é entendida como a interação entre imagens ou objetos fictícios e digitais com o mundo material e real.

Essa tecnologia vai um pouco mais além da realidade virtual, pois é capaz de mostrar, também, imóveis “prontos” que ainda nem foram construídos ou criar uma decoração totalmente nova, já para que o cliente saiba como ficaria se o mesmo fizesse determinadas mudanças.

Como leigo, olhar aquelas plantas arquitetônicas ou mesmo os projetos em 3D não proporciona ao cliente a real interpretação que o projeto propõe.

Com a simulação em um ambiente de realidade aumentada, no entanto, o cliente poderá se visualizar na habitação e sentir, de fato, como seria morar no local sem nem mesmo precisar esperar a obra ser concluída.

A realidade aumentada, portanto, tem sido muito importante para a expansão imobiliária no Brasil nesse sentido.

Se, antes, era necessário esperar que um imóvel fosse totalmente construído para que houvesse uma procura maior de interessados em comprá-lo, hoje a procura pode ser estimulada ainda na fase do projeto por meio da realidade aumentada.

A tecnologia torna-se muito eficaz ao levar um cliente a observar como ficaria o imóvel vendido antes de toda a construção, enquanto o mesmo está ainda na planta. Assim, no momento em que o cliente puder ver como aquele apartamento ou casa será, o mesmo estará mais certo sobre a compra que está fazendo.

Mas a eficiência que esta tecnologia traz vai mais além que isso. Imagine mostrar uma casa ou um apartamento que está vazio, totalmente mobiliado ao cliente? Com a realidade aumentada, você pode fazer isso, mostrando uma mobília que não está realmente lá. Uma ferramenta que pode vir a ser decisiva na venda de uma propriedade.

3. Vídeos em 360º

Filmados com a ajuda de várias câmeras ao mesmo tempo (ou ainda com câmeras omnidirecionais), esses vídeos gravam todo o ambiente ao redor.

A projeção dos vídeos pode ser feita em smartphones, em uma tela de 360 graus ou, ainda, em aparelhos de realidade virtual ou aumentada, dando ao usuário a chance de poder escolher para onde quer olhar no momento.

Essa tecnologia vem contribuindo para a expansão imobiliária no Brasil por aumentar a chance de oportunidades tanto para as imobiliárias e corretores que já estão preparados para o uso da realidade virtual e aumentada, como para aqueles que ainda estão apenas observando esses movimentos tecnológicos contemporâneos.

Um dos diferenciais desse tipo de produção é que os vídeos em 360 graus mostram mais detalhes que os demais, por meio de ideias de espaço e profundidade, que são mais difíceis de serem passadas em fotos e vídeos convencionais.

Vídeos em 360º também permitem uma maior imersão do cliente no imóvel. O interessado em apartamentos e casas à venda pode olhar para todos os lados, o que aumenta o poder de convencimento de que a unidade é a ideal para o comprador.

E aí, gostou de saber mais sobre as novas tecnologias que vêm revolucionando a forma como o mercado imobiliário está se desenvolvendo nos últimos anos?

Perceba que todas, apesar de serem ainda bem novas, já são muito bem entendidas por corretores e imobiliárias que buscam alavancar as vendas e atrair uma quantidade ainda maior de clientes.

Se você é um profissional do ramo ou apenas está em busca de imóveis para compra ou locação, busque ter acesso a essas tecnologias o quanto antes.

Você vai ver como poderão te ajudar – seja para conquistar clientes ou para que você, como cliente, possa tomar uma melhor decisão sobre a propriedade que deseja adquirir, sem ter que perder tanto tempo visitando-a várias vezes durante o processo de decisão.