Comafro apresenta projetos e ações à prefeita Délia

Reunião abordou projetos do Comafro para este ano e ações já realizadas – Foto: A. Frota

Na manhã desta quarta-feira (27), a prefeita Délia Razuk recebeu membros do Comafro (Conselho Municipal de Defesa e Desenvolvimento dos Direitos dos Afro-brasileiros) e debateu ações que vêm sendo realizadas em Dourados. Os representantes atuam para levar à sociedade formas de refletir e vivenciar a história e a cultura afro-brasileira.

Conforme enfatizou Lucimar de Souza Arguelho, presidente Comafro, a abertura dada pela prefeita Délia Razuk possibilitou a retomada do Conselho e em 2018 já ocorreram ações como a Noite Cultural, com ênfase na valorização da cultura dos povos africanos, confraternização no Quilombo Picadinha, palestras em escolas municipais, entre outras ações.

Para 2019, atividades semelhantes acontecerão e o grupo inicia levantamento sobre os centros de umbanda e candomblé existentes no município, buscando envolver ainda mais a comunidade afrodescendente nestes debates.

“Vamos atuar para conservar, transformar, e efetivar ações que compõem os movimentos culturais e políticas públicas sociais, cujas prioridades vêm da sociedade civil organizada, no intuito de garantir espaço as suas demandas nas agendas governamentais”, disse Lucimar.

A presidente destacou ainda que os representantes também vão trabalhar com ações afirmativas sobre direitos das mulheres, dos indígenas e LGBT (Lésbicas, gays, bissexuais e transexuais).

A prefeita Délia Razuk destacou as iniciativas do Conselho, na busca de garantir aos cidadãos, a igualdade, a justiça. “Contem com nosso apoio para a defesa de direitos e no combate a discriminação em suas diversas formas. Vocês têm um ideal e acreditamos muito nesse trabalho para levar conhecimento a toda comunidade e sensibilização e respeito”, disse.