Com três do Flamengo, Tite convoca Seleção Brasileira para Eliminatórias

Machucado, Alisson fica fora, Neymar reaparece, e Gabriel Jesus, mesmo suspenso, é chamado para segunda partida somente do início das eliminatórias da Copa do Mundo

Tite durante a convocação da Seleção Brasileira – Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O trio do setor ofensivo do Flamengo foi a principal novidade da convocação de Tite para os próximos jogos da seleção brasileira, contra Bolívia e Peru, os primeiros das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no Catar. O meia Everton Ribeiro e os atacantes Bruno Henrique e Gabigol são os destaques da lista, ao lado do volante Bruno Guimarães, chamado pela primeira vez para a equipe principal do país.

Também chamam a atenção a ausência do goleiro Alisson, machucado, e a inclusão de Gabriel Jesus, suspenso da estreia nas eliminatórias por causa da expulsão na final da Copa América, o que leva a lista a 24 nomes. Neymar está de volta à lista, depois de ficar fora dos amistosos de novembro do ano passado, contra a Argentina e a Coreia do Sul. O último jogo dele pelo Brasil foi em 13 de outubro, contra a Nigéria (substituído no primeiro tempo, após lesão muscular).

O Brasil enfrentará a Bolívia no dia 27 de março, na Arena Pernambuco, e o Peru, fora de casa, em Lima, no dia 31. A apresentação dos convocados será entre os dias 22 e 23 de março, em Recife.

Confira a lista completa de convocados

Goleiros: Ederson (Manchester City), Ivan (Ponte Preta) e Weverton (Palmeiras)

Zagueiros: Marquinhos (Paris Saint-Germain), Thiago Silva (Paris Saint-Germain), Éder Militão (Real Madrid) e Felipe (Atlético de Madrid)

Laterais: Daniel Alves (São Paulo), Danilo (Juventus), Renan Lodi (Atlético de Madrid) e Alex Sandro (Juventus)

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Arthur (Barcelona), Fabinho (Liverpool), Everton Ribeiro (Flamengo), Bruno Guimarães (Lyon) e Philippe Coutinho (Bayern de Munique)

Atacantes: Neymar (Paris Saint-Germain), Roberto Firmino (Liverpool), Richarlison (Everton), Gabriel Barbosa (Flamengo), Bruno Henrique (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City) e Everton (Grêmio)

Desde os amistosos de novembro até esta sexta-feira, a comissão técnica da Seleção acompanhou 37 jogos, observando 42 possíveis convocados.

Ainda pela punição disciplinar da final da Copa América, Gabriel Jesus está suspenso da primeira partida das Eliminatórias. Só vai poder jogar contra o Peru, em Lima. Justamente o adversário da expulsão no fim da Copa América

Os outros compromissos em 2020 pelas Eliminatórias serão: contra o Uruguai, no dia 8 de setembro; a Colômbia no dia 8 de outubro; a Argentina no dia 13 do mesmo mês; o Equador, no dia 12 de novembro; e Paraguai em 17 de novembro.

Além das Eliminatórias, a Seleção terá neste ano a defesa do título da Copa América. O primeiro jogo pela competição será no dia 14 de junho, contra a Venezuela, em Cali, na Colômbia. O segundo será contra o Peru, no dia 18, em Medellín. O terceiro e o quarto serão em Barranquilla, contra o Catar e a Colômbia, nos dias 23 e 27, respectivamente. O quinto será contra o Equador, no dia 1º de julho, em Bogotá. O Campeonato Brasileiro não vai parar durante a Copa América.

A última vez que o Brasil entrou em campo foi diante da Coréia do Sul, em 19 de novembro, quando venceu por 3 a 0. Desde a Copa do Mundo da Rússia, foram 22 jogos, com 14 vitórias, seis empates e duas derrotas – as duas contra rivais sul-americanos (Peru e Argentina, neste segundo semestre). Neste período, a Seleção conquistou a Copa América.

Do Globo Esporte