Junior Mochi, durante a posse do governador Reinaldo Azambuja – Foto: Wagner Guimarães

A solenidade de posse do governador Reinaldo Azambuja e do vice-governador, Murilo Zauith, realizada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS), na tarde desta terça-feira (dia 1º), tem importante conotação democrática: simboliza a delegação do poder pelo próprio povo àqueles que venceram nas urnas. “Constitucionalmente, o Poder Legislativo representa o povo. Por isso quem, realmente, dá a posse é o povo”, afirmou o deputado Junior Mochi (MDB), presidente da ALMS. Para simbolizar esse aspecto da democracia, a posse do chefe do Executivo estadual, deve ser feita, necessariamente, na Casa de Leis.

“Este é um princípio democrático. Com essa simbologia, o povo reafirma, através da Assembleia, o anseio de que o governador, eleito democraticamente nas urnas, para governar por mais quatro anos, contribuirá para a melhoria da vida de todos os sul-mato-grossensenses”, acrescentou o parlamentar.

Compreensão semelhante foi manifestada pelo deputado federal e futuro secretário de Saúde, Geraldo Resende (PSDB). “O Poder Legislativo dá a posse ao governador em nome do povo. Isso legitima a democracia”, considerou Resende em referência à importância do papel desempenhado pela Casa de Leis no ato de posse.

Em seu discurso de posse, o governador Reinaldo Azambuja, também ressaltou a relevância do ato de posse para a democracia. “Estamos aqui hoje reunidos, neste ato solene, para celebrar a democracia”, afirmou o chefe do Executivo. E acrescentou: “A democracia mais uma vez ungida pela legitimidade do voto popular”.

Ainda em referência à democracia, o governador discursou: “As ruas e as urnas falaram e decidiram o nosso caminho para o futuro. É a decisão soberana do nosso povo de continuar o denso processo de mudanças instalado desde o primeiro dia em que chegamos ao Parque dos Poderes”.

A solenidade de posse de governador foi transmitida ao vivo pelas plataformas digitais da Assembleia Legislativa. O evento foi realizado no Plenário Deputado Julio Maia, na Casa de Leis, a partir das 14h. O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), parlamentares eleitos e diversas outras autoridades estiveram presentes.