Vai começar mais uma Liga dos Campeões. A corrida pelo troféu mais almejado do futebol europeu tem início nesta terça-feira, quando 16 dos 32 times já entram em campo pela primeira rodada da fase de grupos do torneio. Nesta temporada, porém, as expectativas são ainda maiores, não apenas pelos jogos inesquecíveis e atuações memoráveis dos melhores jogadores do mundo, que com certeza encherão os olhos do torcedor, mas pelas novidades e todo o equilíbrio apresentados pela nova edição da competição.

Em termos de formato, todavia, a Champions League 2018/2019 não conta com alterações. Na primeira fase, foram sorteados oito grupos com quatro times em cada. A disputa é por pontos corridos e todos se enfrentam entre si, avançando ao mata-mata os dois melhores classificados ao fim das seis rodadas. Oitavas de final, quartas e semis são decididas através de confrontos de ida e volta, e só a finalíssima é realizada em jogo único. A decisão, por sinal, está marcada para o dia primeiro de junho de 2019, no estádio Wanda Metropolitano, em Madrí, na Espanha.

CR7 e a luta contra a própria hegemonia

O grande destaque desta edição da Liga dos Campeões não pode ser outro senão a mudança de ares de Cristiano Ronaldo. Após nove anos defendendo o atual tricampeão europeu Real Madrid, o português decidiu dar novos rumos à carreira, se transferindo à Juventus na transferência mais badalada da última janela. Agora, assume o desafio de quebrar a hegemonia que ele mesmo ajudou a construir, para dar ao time italiano o troféu que este não conquista há mais de 20 anos.

No time merengue, por outro lado, o objetivo é justamente provar que ”há vida sem Cristiano Ronaldo e Zinédine Zidane”.  Com a exceção do camisa sete e do técnico francês, substituído por Julen Lopetegui, pode se dizer que a base tricampeã foi mantida. O time titular é o mesmo, e ainda conta com o reforço de Thibaut Courtois, eleito Melhor Goleiro da Copa da Rússia. A diferença é que, sem CR7, as apostas ofensivas agora giram em torno de Isco e Asensio.

Disputa acirrada

Engana-se, porém, quem acredita que Real e Juve são os únicos bem cotados ao título. Outras equipes estão de olho no caneco e prometem chegar fortes na disputa, como é o caso de Barcelona, Paris Saint-Germain, Manchester City e Liverpool.

Os catalães não são campeões desde 2015 e querem apagar a trágica eliminação da última edição, quando tomaram uma virada história da Roma, nas quartas de final. Ademais, um time que conta com Messi, Suárez e Coutinho jamais poderá ser esquecido.

Os franceses, por sua vez, nunca venceram a competição. A esperança, sobretudo, é na dupla formada por Neymar e Mbappé, agora comandada pelo técnico alemão Thomas Tuchel.

Os britânicos também são candidatos fortes. O City jamais levou a taça, mas conta com um elenco estelar, além de Guardiola no banco de reservas, para chegar ao título inédito. Atual vice-campeão, o Liverpool parece ter voltado de vez à elite europeia após anos difíceis, e aposta no trio formado por Salah, Firmino e Mané para alcançar a decisão novamente.

Correndo por fora

Mesmo não possuindo o mesmo status dos favoritos, outras equipes também sonham com a “orelhuda” e não podem ser desprezadas. O sempre perigoso Bayern de Munique é uma delas, assim como o bem estruturado Tottenham, que conta com um artilheiro nato no ataque, o “furacão” Harry Kane. Reforçado, o Atlético de Madrid também merece atenção, tal como o Napoli, que vem de boas campanhas na Itália. Sob o comando do contestado Mourinho, o Manchester United luta para voltar ao caminho das glórias, enquanto a Roma tenta repetir a surpreendente campanha da última temporada, quando chegou às semifinais.

Emoção desde o começo

A primeira fase já contará com confrontos de tirar o fôlego. Pelo Grupo A, Atlético de Madrid, Monaco e Borussia Dortmund prometem travar duelos interessantes. No B, Barcelona e Tottenham são os favoritos e devem decidir entre si a liderança da classificação, mesmo com toda a tradição da Inter de Milão. PSG, Liverpool e Napoli fazem do C o grupo da morte. E ademais, a Roma tentará surpreender o Real Madrid no Grupo G, enquanto, no H, Juventus, Manchester United e Valencia disputam as duas vagas nas oitavas.

Na rodada de estreia, destaque para Monaco x Atlético no Louis II, Liverpool x PSG em Anfield, Real Madrid x Roma no Santiago Bernabéu, Benfica x Bayern no Estádio da Luz, e Valencia x Juventus no Mestalla.

Novidades na transmissão

A Liga dos Campeões terá mudanças relacionadas à transmissão das partidas na televisão. A TV Globo desistiu da concorrência na compra dos direitos televisivos, que agora são exclusivos do Facebook e da Turner, empresa responsável pelos canais Esporte Interativo. Estes, por sinal, deixarão de existir, transferindo as transmissões dos jogos para os outros canais da TurnerSpace e TNT.

Da Gazeta Esportiva