Sistema está sendo implantado nos oito municípios que fazem fronteira com Paraguai e Bolívia - Foto: Chico Ribeiro
Sistema está sendo implantado nos oito municípios que fazem fronteira com Paraguai e Bolívia – Foto: Chico Ribeiro

Com o compromisso de reforçar o combate à criminalidade em Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja lançou nesta sexta-feira (23.6) o sistema de videomonitoramento em vias públicas de Ponta Porã. Totalizando cerca de meio milhão de reais em investimento, o equipamento vai monitorar as principais ruas e avenidas do município para combater principalmente os crimes de tráfico internacional de drogas, armamento e munição, que possuem altos índices de incidência nas regiões de fronteira seca com Paraguai e Bolívia.

Ao todo, o Governo de Mato Grosso doSul implantou o sistema em oito municípios que fazem fronteira com o Paraguai e a Bolívia, sendo: Amambai, Bela Vista, Coronel Sapucaia, Corumbá, Dourados, Mundo Novo, Naviraí e Ponta Porã. O total aplicado mantém a Segurança Pública como uma das prioridades da gestão de Reinaldo Azambuja, com investimentos de R$ 3.986.581,63.

“Estamos aqui hoje inaugurando as câmeras que vão monitorar as vias mais importantes do município em tempo real, 24h por dia. Vamos acompanhar o ir e vir de pessoas e veículos, para quando houver algo suspeito, rapidamente seja direcionada pelo comando uma ação ostensiva. Estamos convencidos que o monitoramento é um avanço na estrutura da Segurança Pública e fundamental para a redução da criminalidade. O investimento é de quase R$ 4 milhões e está sendo instalado em todos os municípios da fronteira”, declarou Reinaldo Azambuja.

O secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, reforçou que Mato Grosso do Sul tem hoje a melhor força policial do Brasil. “Nossos homens e mulheres trabalham incansavelmente para manutenção da ordem. Em nosso planejamento, nenhum município vai ficar sem receber uma viatura para atender a estrutura da Segurança Pública. É muito importante que possamos oferecer aos nossos policiais e bombeiros uma melhor estrutura, armas, coletes, equipamentos, novas instalações. E o videomonitoramento, assim como as viaturas, vem complementar o trabalho ostensivo das nossas forças. É um ganho enorme para nossa corporação e um ganho maior ainda para todos os moradores do nosso Estado”, ressaltou.

Para o prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo, a gestão do governador Reinaldo Azambuja vem mudando a realidade do Estado. “O governador vem se mostrando parceiro de todos os municípios em várias áreas, não só na segurança pública, e temos aqui como destaque a nossa saúde. O Reinaldo instalou a Organização Social que hoje é referência para todo o Brasil. Semana passada, uma moradora nossa sofreu um acidente e quebrou a bacia. Antigamente ela teria que ir para Dourados ou Campo Grande. Mas com a melhora no setor ela foi operada aqui e já está se recuperando. Com o dinheiro que o governo economiza, pode investir em outras áreas, melhorando a vida de cada vez mais pessoas”, afirmou.

O governador entregou ainda 12 viaturas para Ponta Porã e região, que representam investimentos de R$ 2.335.990,00 do Programa MS Mais Seguro. Do total, oito são para a Polícia Militar, duas para a Polícia Civil e duas para o Corpo de Bombeiros.

Municípios contemplados na 4ª Etapa MS Mais Seguro / Região Ponta Porã:

Ponta Porã – 03 PM, 01 PC e 01 para o CBM, sendo um Auto Bomba Tanque

Aral Moreira – 01 PM

Amambai – 01 PM, 01 PC e 01 CBM, sendo um Auto Bomba Tanque

Antonio João – 01 PM

Coronel Sapucaia – 01 PM

Japorã – 01 PM

O MS Mais Seguro está em sua quarta etapa e já garantiu R$ 76 milhões em investimentos nas aquisições de 620 viaturas, 755 armas, 903.258 munições e 5.925 equipamentos de proteção pessoal; além das reformas (R$ 10 milhões) e demais ações que somam mais de R$ 115 milhões de recursos aplicados na área da segurança. O governador reforçou ainda outros avanços como capacitações e as promoções de policiais que aguardavam ascensão na carreira há mais de 20 anos.

Reforço federal

Durante o evento, Reinaldo Azambuja voltou a afirmar que o Estado está batalhando para garantir um reforço na segurança das fronteiras, com a presença das forças policiais federais. O governador disse que sua gestão está cobrindo uma lacuna deixada pelo Governo Federal. “Nós precisamos de um reforço muito grande das forças federais na fronteira. Essa tem sido a nossa luta desde o primeiro momento. Se nós olharmos as apreensões, enxergamos a Polícia Militar, a Polícia Rodoviária Estadual, o DOF, mas não vemos a presença ostensiva das forças federais. Desde que assumi o governo já foram cinco ministros da Justiça. É demorado, mas não vamos desistir de cobrar mais efetivo federal. Graças as nossas forças estaduais estamos acumulando conquistas. O secretário de Segurança José Carlos Barbosa, teve uma reunião com todos os Secretário de Segurança Pública e o novo Ministro da Justiça em Porto Alegre e essa foi a cobrança de todo o Brasil. Não adianta querer resolver o problema no morro no Rio de Janeiro; temos que criar uma estrutura nas fronteiras tanto ostensiva, quanto de ataque. A presença estadual ajuda, mas sozinha não resolve o problema. Precisamos integrar as polícias com inteligência e trabalho conjunto”, frisou.

Aniversário

Em comemoração ao aniversário de Ponta Porã, que será no próximo dia 18 de julho, Reinaldo destacou uma série de investimentos que vem sendo realizados por sua gestão, em parceria com a administração municipal.

“Temos uma grande parceria com Ponta Porã. Estamos investindo mais de R$ 7 milhões em recapeamento. Vamos fazer as avenidas principais, construir pontes e bueiros celulares. Repassamos um recurso a mais para atender a saúde por meio do hospital regional; temos investimentos em Sanga Puitã, nas rodovias, a ponte sobre o Rio Dourados que liga o assentamento Itamarati com o Nova Era”, afirmou o governador. Segundo ele, na área de saneamento são R$ 69 milhões, parte executada, outra em execução, e R$ 21 milhões serão aplicados na melhoria do saneamento básico. “Então, são inúmeros presentes fortalecendo a infraestrutura, saneamento, moradias populares. Isso mostra que mesmo na dificuldade o governo soube fazer o dever de casa para gastar menos com a máquina pública e gastar mais com as pessoas”, finalizou.

Estiveram presentes o prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo; prefeito de Aral Moreira, Alexandrino Garcia; prefeito de Amambai, Edinaldo Luiz de Melo; prefeita de Antônio João, Márcia Marques; prefeito de Coronel Sapucaia, Rudi Paetzold; prefeito de Japorã, Vanderlei Bispo; secretário Municipal de Segurança Pública de Ponta Porã, Marcelino Nunes de Oliveira; comandante geral da PMMS, coronel Waldir Ribeiro Acosta; comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Esli Ricardo; delegado-geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas; comandante de Policiamento de Área (CPA I), coronel Givaldo Mendes de Oliveira; comandante do 4º Batalhão da PM, tenente-coronel Waldomiro Centurião Machado; comandante do 4º SGBM, tenente-coronel, Claudiney da Silva Quintana; delegado regional de Ponta Porã, Clemir Vieira Junior; delegado titular da 1ª Delegacia de Ponta Porã, Lucas Soares de Caires; o deputado federal Geraldo Resende; os deputados estaduais Junior Mochi, Beto Pereira; entre diversas autoridades locais.

Orteco