Com incêndio controlado e bioma preservado, Corpo de Bombeiros desmobiliza equipes

Solenidade oficial de desmobilização foi na manhã deste sábado – Foto: Marcelo Armôa

O secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), participou na manhã deste sábado (24), da solenidade oficial de desmobilização e agradecimento aos serviços prestados pelos 89 Bombeiros Militares, sendo 39 do Paraná e outros 50 do Distrito Federal, que reforçaram o efetivo de Mato Grosso do Sul e atuaram no combate aos incêndios florestais em Mato Grosso do Sul, especialmente nas regiões do Pantanal e do Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari.

No evento, foi destacada a atuação da Semagro na articulação junto ao governo federal, estadual e setor produtivo, no intuito de viabilizar os trabalhos da força-tarefa comandada pela Marinha, juntamente com o CBM do MS, PR, DF, SC, Força Nacional de Segurança, Defesa Civil, Imasul, Sejusp, Ibama, ICMBio e Prevfogo. “Importante ressaltar que, graças ao trabalho desses homens e mulheres conseguimos preservar 70% do bioma Pantanal”, afirmou Jaime Verruck.

Retornaram neste sábado (24) para o Paraná 39 bombeiros militares que integram a segunda equipe enviada a Mato Grosso do Sul. Eles no dia 15 de setembro e por 38 dias atuaram no combate aos incêndios na região do Pantanal. “Foi uma honra ter tido a oportunidade de integrarmos essa grande ocorrência e só temos a agradecer aos homens e mulheres que fizeram parte dessa história, pois tivemos a oportunidade de ajudar a salvaguardar os bens e as vidas do pantanal sul-mato-grossense”, destacou o tenente-coronel Ezequias de Paula Natal, integrante da equipe do Paraná.

Do Distrito Federal são 50 Bombeiros Militares que retornam para a base de origem. O efetivo chegou em Mato Grosso do Sul no dia 10 de outubro e por 13 dias trabalhou no combate aos incêndios na região de Costa Rica, no Parque das Nascentes do Rio Taquari e também no Pantanal.

Este ano, quando foi registrada a pior seca dos últimos 50 anos e com a maior incidência de focos de incêndio da história do Estado, a Operação Pantanal II contou com equipes de bombeiros militares do Mato Grosso do Sul, Paraná, Distrito Federal, Santa Catarina e o com o envio do helicóptero de Minas Gerais.

Presente na solenidade de desmobilização dos bombeiros, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira destacou que foi a integração que garantiu o controle dos incêndios e a preservação de praticamente 80% da área total do Pantanal Sul-Mato-Grossense. “Não fosse essa integração e esses equipamentos enviados pelos estados vizinhos, certamente teríamos um desastre muito maior”, acredita.

Em todo o Mato Grosso do Sul, nos meses de agosto, setembro e outubro, considerados os mais críticos, foram empregados mais de 500 homens no combate às queimadas, entre bombeiros militares, homens das Forças Armadas e brigadistas. O titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, também presente na solenidade, lembrou que o momento é de reflexão. “Nós tivemos uma catástrofe ambiental, mas precisamos reconhecer os grandes trabalhos de combate aos incêndios florestais que foram realizados em Mato Grosso do Sul, mostrando a capacidade de integração e de coordenação e assegurando a preservação da vida e a da biodiversidade”, disse.

Segundo o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Joilson Amaral, a situação está controlada e os incêndios praticamente extintos no Estado. “Houve um período que as demandas foram superiores a nossa capacidade operacional devido a estiagem prolongada e outros fatores, que levou a necessidade de mobilização de outras corporações e, o que aconteceu no Mato Grosso do Sul, é a demonstração da capacidade dos Bombeiros Militares de se mobilizarem e estarem presentes onde a população precisa”.

O tenente-coronel Fabiano Luis de Medeiros, do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, o Coordenador Estadual da Defesa Civil, tenente-coronel Fábio Catarineli e o Comandante dos Bombeiros no Interior, coronel Marcos Meza, também estiveram presentes na solenidade de desmobilização dos 89 bombeiros do Paraná e do Distrito Federal.

Sobre a Operação Pantanal II

A Operação Pantanal II foi deflagrada no mês de julho pelo Corpo de Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul, com o objetivo de combater e controlar incêndios florestais e preservar a vegetação nativa e a fauna dos biomas do cerrado, pantanal e mata atlântica no Estado.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.