Desfile das escolas de samba: ponto alto da folia pantaneira na Avenida General Rondon – Foto: Sílvio de Andrade

Com previsão de crescimento no movimento de turistas e na economia local em 30%, o carnaval de Corumbá já tem sua programação oficial, com desfile de escolas de samba e blocos e shows nacionais. A maior festa de rua do Estado tem o apoio do Governo do Estado, que este ano liberou R$ 399 mil para as escolas de samba e blocos oficiais.

A programação do “Carnaval da Alegria 2020 – Folia Cultural no Coração do Pantanal” se estende de 25 de janeiro a 29 de fevereiro, encerrando com uma novidade na Avenida General Rondon: a Celebração da Alegria, com o show nacional gospel do grupo Kemuel. No dia 7 de fevereiro, a prefeitura lançará a folia pantaneira em Campo Grande.

A programação oficial foi lançada no dia 24 de janeiro, com apresentação de ritmistas e passistas das escolas de samba e presença da diretora-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Mara Caseiro. Na oportunidade, o prefeito Marcelo Iunes afirmou que o carnaval deve movimentar R$ 13 milhões na economia local este ano.

Investimento

O investimento total, incluindo infraestrutura, shows nacionais e locais e apoio às entidades carnavalescas, somará R$ 3,5 milhões – recursos do Estado e do Município. Para Mara Caseiro, o apoio financeiro do governo é investimento, por se tratar de um evento cultural de grande relevância, que mantém uma tradição e movimenta a cadeia do turismo.

“É uma festa que reúne a família, a beleza, a história e cultura de vocês corumbaenses. Parabéns a todos que fazem dessa festa um momento especial”, disse a titular da pasta de cultura. “O Governo do Estado não pode deixar de investir e apoiar o carnaval de Corumbá. Que esse ano a gente possa superar ainda mais a maravilha que foi o carnaval do ano passado.”

Programação

A folia pantaneira começou com as rodas de samba e os “esquentas”, realizados aos sábados e domingos pela prefeitura e Liesco (Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá), no porto-geral. No dia 12 de fevereiro será realizado o concurso da Corte de Momo, e no dia 15, o concurso de marchinhas. O ensaio técnico das escolas de samba será no dia 17 de fevereiro.

O saída do Bloco Sandálias de Frei Mariano, no dia 19 de fevereiro, às 20h, abre efetivamente o carnaval corumbaense. No dia 20, desfilam os blocos de sujos e acontece o tradicional Desfile de Fantasias. O abre-alas na passarela do samba – circuito montado na Avenida General Rondon, com arquibancadas, camarotes, palcos e praça de alimentação – ficará por conta do bloco Cibalena, no dia 21.

A prefeitura anunciou dois shows nacionais (ainda não definidos), nos dias 21 e 25, na Praça Generoso Ponce. O desfile dos 11 blocos oficiais ocorrerá no dia 22, às 20h, com as seguintes agremiações: Praia, Bola e Cerveja, Águia da Vila, Afro Samba Reggae, Nação Zumbi, Flor de Abacate, Os Intocáveis, Bola Preta, Vitória Régia, Oliveira Somos Nós, Arthur Marinho e Clube dos Cem.

O desfile das nove escolas de samba será aberto no dia 23, às 20h: Unidos da Major Gama, Nova Corumbá, Acadêmicos do Pantanal e Vila Mamona. No dia 25, mais cinco escolas: Imperatriz Corumbaense, Marquês de Sapucaí, A Pesada (campeã em 2019), Estação Primeira do Pantanal e Império do Morro.

No dia 25, será a vez do Carnaval Cultural, com o desfile dos tradicionais cordões (Cinelândia, Cravo Vermelho, Flor de Corumbá e Paraíso dos Foliões) corso (desfile de carros antigos), alas de pastoras e blocos dos marinheiros, frevo e palhaços. A apuração dos desfiles (cordões, blocos e escolas) está programada para o dia 26 de fevereiro, às 16h, na passarela do samba.

Orteco