Raposa perdeu na última segunda-feira por 1 a 0 para o Vasco da Gama e ficou ainda mais próxima de um rebaixamento inédito para a Série B

Cruzeiro não depende mais apenas de si para deixar a zona de rebaixamento – Reprodução/Twitter Cruzeiro

O Cruzeiro vive um dos períodos mais difíceis de sua história. A equipe mineira está na 17ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 36 pontos somados, e não depende mais apenas de si para deixar a zona de rebaixamento da competição. Na última segunda-feira, o time de Adílson Baptista perdeu por 1 a 0 para o Vasco, em São Januário. De acordo com o portal Info Bola, do matemático Tristão García, a Raposa tem 86% de chances de ser rebaixada para a segunda divisão em 2019.

O resultado, de quebra, ainda livrou Fluminense e Botafogo do risco do rebaixamento, deixando a última vaga para Ceará e Cruzeiro. O CSA, matematicamente, ainda tem chances de escapar da segunda divisão, mas precisa reverter um saldo de gols negativo de 21 tentos, o que torna praticamente impossível a permanência do time alagoano na Série A.

Para piorar ainda mais o cenário, o Cruzeiro pode ser rebaixado na próxima rodada. Nesta quarta-feira, o Ceará, time que briga com a Raposa contra o rebaixamento, encara o Corinthians, na Arena Castelão. Com três vitórias e dois pontos e mais do que o rival mineiro, o Vozão pode escapar do rebaixamento apenas com um empate diante do Alvinegro. Porém, para que isso aconteça, o Cruzeiro precisa perder para o Grêmio, na quinta-feira, em Porto Alegre.

Caso o Ceará vença o Corinthians, o Cruzeiro é obrigado a vencer o Grêmio para seguir vivo com chances de escapar do rebaixamento ainda na última rodada. O Cruzeiro faz uma campanha bastante neste Campeonato Brasileiro. São apenas sete vitórias em 36 partidas, com 15 empates e 14 derrotas.

Da Fox Sports