Com 18 votos favoráveis, vereador Diogo Castilho é afastado por 90 dias

Diogo Castilho pode perder o mandato; ele ficou sete dias preso por agredir a noiva – Foto: Valdenir Rodrigues/CMD

O vereador Diogo Castilho (DEM) foi afastado das atividades da Câmara Municipal de Dourados por 90 dias e uma comissão processante vai analisar caso de quebra de decoro que pode culminar com a cassação do mandato. A decisão foi tomada na sessão ordinária desta segunda-feira (13). Foram 18 votos favoráveis pelo andamento do processo, resultado anunciado pelo presidente Laudir Munaretto.

Castilho foi preso no dia 4 deste mês acusado de ter agredido a noiva em casa. O caso de violência doméstica fez com que o vereador ficasse uma semana preso. A liberdade veio apenas no último sábado (11) após uma liminar do Tribunal de Justiça.

Com a decisão pelo andamento do processo por quebra de decoro tomada, foi montada a comissão processante responsável pelo caso. Lia Nogueira (PP) como presidente, Creusimar Barbosa (DEM) é o relator e Daniel Junior (Patriota) como membro foram os escolhidos. Na ausência de Castilho, o suplente Edson Souza (DEM) será convocado.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.