Colisão entre ônibus escolar e trem mata ao menos 4 na França

Número de mortos em colisão de ônibus e trem sobe para 4 - Foto: Reprodução/ Twitter
Número de mortos em colisão de ônibus e trem sobe para 4 – Foto: Reprodução/ Twitter

Ministra dos Transportes chamou tragédia de ‘acidente terrível’

Pelo menos quatro pessoas morreram e sete ficaram gravemente feridas nesta quinta-feira (14) após um ônibus escolar ser atingido por um trem nos arredores da cidade de Perpignan, no sul da França.

De acordo com a imprensa local, o ônibus, que transportava cerca de 30 crianças, foi atingido no eixo ferroviário Perpignan-Villefranche, por volta das 16h locais.

O jornal “Le Figaro” e a “BFM TV” informam que entre as vítimas fatais há duas crianças. Ao todo, sete pessoas estão gravemente feridas e 12 tiveram machucados leves. Todos foram levados para o hospital Perpignan. No entanto, até o momento, não há nenhuma informação oficial.

O ônibus transportava crianças e adolescentes, de 13 a 17 anos, entre um colégio na cidade de Millas e as comunas de Saint-Féliu-d’Amont e Saint-Féliu-d’Avall.

De acordo com Sncf, companhia ferroviária francesa, os 25 passageiros que estavam no trem “estão salvos”. Testemunhas relataram à rádio France Bleu que o ônibus se quebrou ao meio com a colisão.

A ministra dos Transportes do país, Elisabeth Borne, chamou o incidente de “um terrível acidente” e disse que está se dirigindo ao local. Além disso, ela expressou sua “emoção muito forte” e assegurou a mobilização “completa” dos serviços do Estado.

“Todos os serviços de emergência foram mobilizados e foi estabelecida uma unidade de coordenação de crise”, disse uma autoridade do município de Millas.

O presidente da França, Emmanuel Macron, também prestou solidariedade às famílias e vítimas do trágico acidente. “Todos os meus pensamentos para as vítimas deste terrível acidente de um ônibus escolar e suas famílias. A mobilização do Estado é total para prestar socorro”, escreveu o líder francês no Twitter.

Por sua vez, a empresa ferroviária francesa emitiu uma nota de apoio “para as vítimas e suas famílias”. No momento, o tráfico ferroviário e de pessoas foi interrompido e as autoridades investigam as causas do acidente.

Segundo o “Le Figaro”, o cruzamento em que aconteceu o acidente é regularmente criticado pelo risco que representa. Além disso, vários acidentes já ocorreram no local.

Da AnsaFlash