Coamo está localizada às margens da BR-163, na rodovia Dourados-Caarapó – Divulgação

A Coamo Agroindustrial Cooperativa, maior no segmento “Cooperativa Agrícola” da América Latina e uma das 46 maiores empresas do país, está contratando mais de 200 funcionários diretos para trabalharem nas suas novas indústrias de processamento de soja e refino de óleo de soja, em Dourados/MS, localizada às margens da BR-163, na rodovia Dourados-Caarapó, na região Sudoeste do Mato Grosso do Sul.

Vagas – Entre as vagas ofertadas estão de engenheiro eletricista, eletricista industrial, técnico em eletrotécnica, instrumentista, mecânico industrial, lubrificador, encarregados de setores de produção de óleo, refinaria de óleo, utilidades e laboratório industrial, assistente de produção de óleo, operadores de preparação, extração, moagem, peletização e envase de óleo, operadores de estação de tratamento de água e de afluentes, operadores de caldeira, picador de lenha e moto lenha, laboratorista industrial, auxiliar de recursos humanos e vigilante.

Contratação – A empresa oferece como benefícios plano de saúde, plano odontológico, vale alimentação, restaurante, convênio farmácia e convênio com instituições de ensino.

Os interessados podem enviar currículo para o e-mail curriculo.dourados@coamo.com.br, acessar o site www.coamo.com.br na aba “Trabalhe Conosco” ou irem pessoalmente no escritório das obras das novas indústrias na BR-163, rodovia Dourados-Caarapó.

Início das operações – A entrada em funcionamento das novas indústrias da Coamo está prevista para o segundo semestre deste ano. Mas o empreendimento da cooperativa cujo investimento supera os R$ 700 milhões já vem impulsionando a economia de Dourados e região, haja vista que atualmente 1.300 colaboradores temporários estão trabalhando na construção das novas indústrias.

Oportunidade – “É grande a expectativa de todos com a construção dessas novas indústrias que irá ampliar a participação da cooperativa Coamo no mercado, oferecer centenas de empregos e colaborar para o desenvolvimento de Dourados e região”, explica o engenheiro Emerson Abrahão Mansano, gerente das Indústrias da Coamo em Dourados.