São 76 pontos de alagamentos, sendo 68 intransitáveis. O rio Tietê transbordou e a marginal foi fechada sentido Cebolão, na altura da ponte da Casa Verde. O rodízio de veículos foi suspenso. Bombeiros atendem 24 ocorrências de desabamentos

Chuva deixa ponto intransitável na Marginal Tietê, perto da Ponte do Piqueri – Foto: Reprodução/TV Globo

O temporal que atinge a cidade de São Paulo desde domingo (9) deixou a cidade em estado de atenção. As marginais Tietê e Pinheiros têm trechos intransitáveis e a circulação dos transportes públicos está comprometida. A Zona Oeste da cidade foi a mais afetada. A recomendação dos bombeiros é que as pessoas evitem sair de casa.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que, desde domingo (9) até as 8h desta segunda-feira (10), foram registrados 141,2 ml de chuva em Barueri. No Mirante de Santana, na Zona Norte de São Paulo, foram registrados 113,2 ml de chuva. A média nos últimos 30 anos para o mês de fevereiro nesta estação de medição é de 249,7.

O corpo de um homem de 33 anos foi encontrado no piscinão de São Bernardo, segundo o Corpo de Bombeiros, na manhã desta segunda (10). Ele estava desaparecido desde sábado (8). Inicialmente, a reportagem afirmou erroneamente que homem estava desaparecido desde domingo (9), quando a chuva começou.

Resumo

  • rodízio de veículos: suspenso por todo o dia;
  • marginais:Tietê e Pinheiros estão fechadas em pontos com alagamento; na Tietê, o ponto crítico é na altura da ponte da Casa Verde, sentido Cebolão;
  • chegada a São Paulo:rodovias Carvalho Pinto e Dutra têm congestionamento; a situação é a mesma na Castello Branco e Imigrantes;
  • congestionamento: por volta de 8h, havia 89 km de lentidão em toda cidade
  • trens:as linhas 8 e 9 da CPTM têm trechos com operação paralisada;
  • metrô:opera normalmente;
  • aeroporto:Guarulhos e Congonhas estão aberto para pousos e decolagens
  • ocorrências:234 acionamentos dos bombeiros por inundações, 27 quedas de árvores e 20 desabamentos; desde a noite de domingo (9) foram 4 mil chamados 

Segundo a prefeitura, a cidade tem 76 pontos de alagamento, sendo 68 intransitáveis. A Marginal Tietê foi totalmente interditada, na altura da ponte da Casa Verde, sentido Cebolão, por volta de 5h30. O rio transbordou.

Há alagamentos nos dois sentidos também na Marginal Pinheiros, com veículos parados no meio da água na Zona Sul. O alagamento fecha a pista expressa completamente na altura da ponte Cidade Jardim.

O trânsito está parado na rodovia Castello Branco, sentido capital, e na chegada a São Paulo pela Dutra e Carvalho Pinto. Também há congestionamento na Imigrantes.

Há problemas também no transporte público. A circulação de trens na linha 9 Esmeralda da CPTM está interrompida entre as estações Osasco e Santo Amaro por causa de alagamentos. Os ônibus do sistema Paese foram acionados.

Também há problemas na linha 8 Diamante. Há interrupções entre as estações Itapevi e Comandante Sampaio.

A operação dos ônibus metropolitanos também está comprometida, com dificuldade de circulação dos veículos e atrasos por causa das vias alagadas. A recomendação é que os passageiros consultem a situação da linha em tempo real pelo aplicativo da EMTU. O rodízio de veículos foi suspenso.

Morte

Um homem de 33 anos, que desapareceu na enchente em São Bernardo do Campo, teve o corpo encontrado por volta de 6h30 desta segunda pelos bombeiros e um piscinão.

Além do ABC e da capital, a chuva também inundou ruas de Osasco, Carapicuíba, Itapevi e Barueri.

Previsão do tempo

De acordo com a prefeitura, a propagação do sistema frontal deixa o tempo fechado e chuvoso nesta segunda-feira (10). Os termômetros oscilam entre 24°C no início da madrugada e 18°C no fim da noite.

Desde a madrugada, há regiões da cidade que concentraram mais de 100 milímetros de chuva.

Do G1

Câmara de Dourados - Transparência no Legislativo