Programação busca chamar a atenção da sociedade sobre a importância do brincar no desenvolvimento infantil

No mês das crianças, as unidades sociais da Rede Marista de Solidariedade realizam no Paraná, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e São Paulo diversas atividades que visam o resgate do direito da criança ao brincar.

O Centro Social Marista Dourados realizará em 10 de outubro um dia especial de atividades. Haverá brincadeiras que envolvem as crianças, adolescentes e colaboradores do Centro Social no real sentido da campanha: diversão e partilha. As atividades foram planejadas pelos educadores e envolvem brincadeiras lúdicas, jogos e atividades com brinquedos escolhidos pelos educandos.

A Rede Marista de Solidariedade, todos os anos celebra essa data, e por meio do Programa Direito ao Brincar tem o objetivo de contribuir com a mobilização da sociedade e do poder público para a importância da garantia do direito ao brincar, congregando a experiência, conhecimento e atividades de diversas organizações e instituições que promovam e defendam a causa.  Além disso, disponibiliza o site vamosbrincar.org.br, um espaço virtual para que todos tenham acesso a conteúdos sobre o tema e possam cadastrar e consultar dicas de brincadeiras, seja para brincar em espaços cobertos ou ao ar livre com seus filhos.

“Oferecemos um canal para que crianças e seus familiares, professores e educadores possam registrar e encontrar, a partir de relatos, fotos e vídeos, as mais variadas brincadeiras que aprenderam ou inventaram com muita imaginação e criatividade”, explica Viviane Silva, gerente educacional da Rede Marista de Solidariedade.

Sobre a Rede Marista de Solidariedade

A Rede Marista de Solidariedade abrange programas, projetos e ações de promoção e defesa dos direitos das crianças e dos jovens desenvolvidos em todas as áreas de atuação do Grupo Marista. A Instituição Marista tem status consultivo na Comissão de Direitos Humanos da ONU, por meio da Fundação Marista de Solidariedade Internacional. A rede desenvolve iniciativas para a efetivação dos direitos da criança, como o Centro Marista de Defesa da Infância.Representantes da Rede Marista de Solidariedade participam de conselhos, fóruns e redes nas áreas de educação, direitos da criança e do jovem, assistência social e saúde nos níveis municipais, estaduais e nacional. A rede também atende diretamente cerca de 16 mil crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, de maneira contínua, em 24 unidades sociais e nos programas de bolsas de estudo para a Educação Básica, Profissional e Ensino Superior. Outras informações, acesse: www.solmarista.org.br

Ivinhema_Combate à dengue