Centro Especializado em Reabilitação pode ser inaugurado ainda este ano em Dourados

Centro Especializado em Reabilitação está com quase 80% das obras concluídas em Dourados - Foto de João Rocha
Centro Especializado em Reabilitação está com quase 80% das obras concluídas em Dourados – Foto de João Rocha

Projeto foi conquistado em 2012 pelo deputado Geraldo Resende em parceria com o Município e entidades douradenses junto ao Programa “Viver sem Limites” do Ministério da Saúde

Com quase 80 por cento das obras executadas, o Centro Especializado em Reabilitação (CER II), que está sendo construído no Bairro Terra Roxa, em Dourados, poderá ser inaugurado ainda este ano. A afirmação é do deputado federal Geraldo Resende (PSDB), que em 2012, em parceria com o Município e apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e da Associação Alecrim, conquistou o projeto para o Município.

Nesta segunda-feira (11), o Ministério da Saúde pagou mais R$ 184.250,00, totalizando R$ 1,8 milhão já pagos de um projeto global que vai custar R$ 2.569.069,00 em recursos federais. À medida em que a empresa construtora concluir os trabalhos, a Caixa Econômica vai efetuar nova medição e autorizar o pagamento do restante contratado.

“É fundamental, agora, que a Prefeitura cadastre projeto para a conquista dos recursos, da ordem de R$ 1 milhão, para equipar o Centro. Acredito que com agilidade e com a cobrança das entidades, poderemos inaugurar o CER até dezembro, possibilitando o funcionamento do único local público de Dourados voltado para a reabilitação de pessoas com deficiência”, assinala o deputado. “Priorizar o funcionamento deste Centro é uma questão de sensibilidade e humanismo”, avalia.

Estrutura

Segundo o projeto de 1000 m², o local terá capacidade para atender 1,5 mil pacientes com deficiências física e visual de toda a região da Grande Dourados, que contempla 34 municípios e mais de 800 habitantes. “O objetivo do CER II é garantir um amplo serviço de assistência à saúde, promovendo a reabilitação e a reintegração social de pessoas com deficiência”, explica o deputado Geraldo Resende.

O CER II contará com profissionais capacitados e habilitados para prestar atendimento de 12 horas por dia, de segunda a sexta-feira. Ainda segundo Resende, com essa estrutura, os pacientes não terão mais que sair do município para receber atendimentos especializados.

Em 2012, Dourados foi uma das 45 cidades selecionadas pelo Governo Federal para receber o Centro Especializado em Reabilitação. A iniciativa faz parte do Plano “Viver Sem Limites”. As unidades construídas em todos os municípios servirão como centro de referência no atendimento de pessoas com deficiência.

De acordo com o IBGE, o país tem mais de 45 milhões de pessoas que se autodeclaram pessoas com deficiência. O número representa 24% da população brasileira.