Centro de Inovação do Sesi de MS apresenta no Conarh 2019 o novo conceito em gestão de SST

Engenheiro-civil Adriano Macedo foi o palestrante – Divulgação

Um novo conceito em gestão da Saúde e Segurança do Trabalho, que rompe com os sistemas tradicionais, foi apresentado na noite de ontem (14/08) durante mais uma palestra do Centro de Inovação do Sesi de Mato Grosso do Sul, que integra a programação do Conarh (Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas). O evento é considerado o maior do país sobre o tema e é promovido pela ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos) em São Paulo (SP).

O engenheiro-civil Adriano Macedo, que trabalha no desenvolvimento da tecnologia, apresentou o conceito no espaço do Sesi Viva +. “A ideia é romper com os sistemas tradicionais de gestão e trazer elementos de virtualização e visualização para os novos sistemas, trazendo assim, muito mais interatividade e relação entre os operadores do sistema, e a forma com a gente gerencia a informação”, explicou.

“Estamos recebendo os empresários que tenham demandas na área da gestão da saúde e segurança do trabalho, e apresentando soluções para as indústrias e empresas que estão aqui presentes”, completou o gerente de tecnologia do Centro de Inovação de Mato Grosso do Sul, Ricardo Egídio, que, na noite terça-feira (13/08), também apresentou uma palestra com o tema “Inovação em Sistemas de Gestão e as Possibilidades de Desenvolver Projetos e Negócios junto à Indústria”.

Localizado em Campo Grande, o Centro de Inovação do Sesi de Mato Grosso do Sul integra a rede de nove centros do Sesi criado para atender às necessidades da indústria brasileira na área de SST. No Estado, o Centro atua com na linha de pesquisa de sistemas de Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho, apoiando o desenvolvimento de empresas de todos os portes e segmentos por meio de sistemas de informação, tecnologias e processos de gestão, sistematizando e automatizando ações e em SST.

O Conarh

No congresso, especialistas nacionais e internacionais se apresentam a cerca de 3.300 pessoas – número de 2018 – para compartilhar conhecimento e provocar reflexões sobre os temas mais atuais em gestão de pessoas e desenvolvimento humano. Com formatos inovadores na programação, o congresso conta com palestras magnas e simultâneas, estas realizadas no mesmo espaço, sem isolamento acústico e com fones de ouvido, divididas em Trilhas do Conhecimento, de acordo com o interesse dos congressistas.