Campanha que visa estimular os benefícios proporcionados pela leitura entre detentos do Estado foi lançada na semana passada – Foto: Gerson Walber

Parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso do Sul (OAB-MS) quer estimular os benefícios proporcionados pela leitura entre detentos do Estado.

Lançada na semana passada, a campanha busca arrecadar livros para serem disponibilizados nas bibliotecas das unidades prisionais, reforçando o acervo já existente, que é de aproximadamente 30 mil obras. Já no primeiro dia, 150 livros foram doados pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), parceira da iniciativa.

Além disso, a proposta é que sejam arrecadados também pneus e insumos necessários para a continuidade dos trabalhos do projeto “Arte com Pneus”, que transforma a matéria-prima que dá nome à iniciativa em brinquedos para parques de diversão em Centros de Educação Infantil (Ceinfs).

Para o diretor-presidente da Agepen, o conhecimento proporcionado pela leitura é uma ferramenta capaz de transformar comportamentos e visão de mundo de uma pessoa. “É uma oportunidade de crescimento pessoal e profissional, além de ser um importante instrumento de ressocialização”, destacou o dirigente. “Parcerias como essa são muito bem-vindas no sentido de proporcionar novas possibilidades aos nossos custodiados”, agradeceu.

Com relação ao “Arte com Pneus”, desenvolvido na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, através do qual os detentos fabricam os brinquedos a partir de pneus descartados, a intenção é que sejam arrecadados junto a empresas e à população de uma forma geral, todos os materiais utilizados na fabricação dos parques, que envolvem, além da matéria-prima base, tintas, correntes, entre outros.

Idealizado pelo agente penitenciário Vinícius Saraiva de Oliveira e pelo professor da Rede Municipal, Felipe Augusto da Costa Souza, o projeto teve início em agosto de 2017 e já garantiu a instalação de parques de diversão em três Ceinfs da Capital, beneficiando diretamente mais de 500 crianças atendidas. Um quarto parque está em fase de montagem no presídio.

Segundo a direção da Agepen, a iniciativa busca trabalhar a ressocialização de detentos ao mesmo tempo em que ajuda diretamente à sociedade, seja contribuindo para a educação de crianças, seja ajudando na questão ambiental e de saúde, já que dá aproveitamento a pneus descartados que poderiam sujar o meio ambiente e servir de criadouro de mosquitos, como o Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Aud Chaves pontuou que o “Arte com Pneus” é apenas um dos projetos da agência penitenciária que reflete em benefícios diretos para a sociedade. “Temos também o uso da mão de obra prisional em reforma de escolas públicas, na confecção de perucas para mulheres com câncer, cultivo de verduras para doação a instituições filantrópicas, reforma de bicicletas para projetos sociais, fabricação de cadeiras de rodas, entre outros”, ressalta.

A campanha de arrecadação também conta com o apoio da Subsecretaria de Direitos Humanos da Prefeitura Municipal de Campo Grande (SDHU) e Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais (Segov).

Quem quiser ajudar poderá fazê-lo com a doação de pneus, tintas e insumos, além dos livros, na sede da OAB/MS, sala da OAB/MS no Fórum de Campo Grande e na Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG). As doações serão recebidas até o dia 31 de março.

O lançamento dos trabalhos também contou com a participação do presidente da OAB/MS, Mansour Karmouche; do presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MS, Christopher Scapinelli; da diretora de Assistência Penitenciária da Agepen, Elaine Arima Xavier Castro; do diretor da Máxima, Paulo Godoy; entre outros.