• Por Gilclér Regina

Um amigo meu de Portugal me conta esta história que resolvi compartilhar com vocês. Disse meu amigo que ele estava com um amigo dele na Cidade do Porto e entraram num pequeno café e fizeram o seu pedido.

Enquanto estavam tomando seu café, na mesa ao lado duas pessoas se aproximam, sentam-se e uma delas vai ao balcão e faz o seu pedido:  “Cinco cafés, por favor. Dois deles para nós e três suspensos.”

Eles tomaram seu café, pagaram a conta e saíram.

Perguntei ao meu amigo: “O que são esses cafés suspensos?”  E o amigo respondeu: “Espera e você vai ver.”

Outras pessoas entraram. Duas meninas pedem um café cada, pagaram e foram embora. A comanda seguinte foi para sete cafés e foi feita por três advogados e assim dizia:  – três para eles e quatro “suspensos”.

Enquanto meu amigo ainda se perguntava qual seria o significado dos “suspensos”, eles saem.

De repente, um homem vestido com roupas gastas, puídas, com aparência de um mendigo chega na porta e pede cordialmente: “Você tem um café suspenso?”

Resumindo, as pessoas pagam com antecedência um café que servirá para quem não pode pagar uma bebida quente.

Esta tradição começou em Nápoles, mas espalhou-se por todo o mundo e em alguns lugares é possível encomendar não só cafés “suspensos”, mas também sanduiches ou até uma refeição inteira.

Fica a ideia. Um forte abraço e esteja com Deus!

  • Gilclér Regina é Escritor e Palestrante Profissional

Uma pessoa simples que se transformou num dos mais reconhecidos Conferencistas do país, com atuações também no exterior.

(PALESTRAS): www.gilclerregina.com.br/contato