Presidente solicitou levantamento do número de estudantes de Medicina que residem em Ponta Porã – Assessoria

Não é novidade para nenhum pontaporanense! O município cresceu consideravelmente nos últimos anos. Grande parte desse crescimento, se deve ao fato da chegada dos estudantes de medicina em nossa cidade, segundo o censo do IBGE de 2010, a população pontaporanense era de aproximadamente 78 mil habitantes, já em 2019, a população estimada é de quase 93 mil habitantes, isso significa um aumento de aproximadamente 11% em 9 anos, dos quais atualmente aproximadamente 12 mil são estudantes de medicina, dos mais variados estados do Brasil.

Pensando nisto, o Presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, Vereador Candinho Gabínio, encaminhou durante a sessão ordinária da última terça-feira, 17 de setembro, uma indicação ao Poder Executivo, solicitando que seja realizado um levantamento referente ao número de estudantes de Medicina que residem em nosso município.

De acordo com Candinho, esta é uma solicitação que tem como base, proporcionar um atendimento melhor, não só para o aluno, mas também para quem acompanha este aluno nessa caminhada. “Sabemos que existem casos, onde o aluno vem para o município com a intenção de estudar, porém não somente ele, mas sim toda a família, (pais, esposa e filhos) desta forma, é necessário que o município esteja ciente do número de pessoas para que possa potencializar os seus atendimentos”, destacou o vereador Candinho Gabínio.

A indicação do Vereador Candinho Gabínio, tem como base a reunião do Presidente da Casa de Leis com a AMEEX (Associação dos Estudantes de Medicina do Exterior). “Na reunião que tive com alunos de medicina em meu gabinete, tive a oportunidade de ouvir algumas solicitações, uma delas foi exatamente a sugestão desse cadastro, para poder facilitar a vida destes alunos em nosso município, tendo em vista que muitos possuem dificuldades em matricular seus filhos nas creches e escolas municipais, assim como, existem algumas burocracias referentes à não comprovação de residência destes alunos”, finalizou o vereador Candinho Gabínio, proponente da Audiência Pública marcada para o dia 04 de outubro, às 19h referente ao REVALIDA, um exame de aptidão exclusivo para o profissional de medicina que é formado no exterior e deseja atuar no Brasil.