Caarapó evolui para ‘bandeira laranja’ e prefeitura flexibiliza medidas de enfrentamento à Covid-19

A bandeira laranja indica grau médio de risco de contaminação pelo coronavírus – Foto ilustrativa

A Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul acaba de divulgar o novo bandeiramento dos municípios do Estado em relação à pandemia de Covid-19. De acordo com o Programa de Segurança e Saúde na Economia (Prosseguir), Caarapó evoluiu para a bandeira laranja, que significa que o município melhorou em relação à última classificação, quando figurava na bandeira vermelha. Conforme o grau da pandemia, os municípios são classificados como bandeira cinza, vermelha, laranja e amarela. As cores sinalizam, respectivamente, grau extremo, alto, médio e tolerável para a transmissão da Covid-19.

Na manhã desta quarta-feira (7), prefeito André Nezzi publicou em uma rede social a classificação do Prosseguir para Caarapó. “Começamos o dia com a boa notícia de que o nosso município evoluiu para bandeira Laranja no programa Prosseguir. Graças a Deus e a colaboração de todos que entenderam a necessidade de impor as restrições necessárias naquele momento difícil, hoje temos apenas oito casos ativos e três pacientes internados por Covid-19, todos fora da cidade, sendo que nenhum deles está no nosso hospital São Mateus”, destacou o dirigente.

André Nezzi comemorou o desempenho da vacinação no município. O mandatário observou que “durante as restrições também trabalhamos em busca de mais vacinas e hoje já temos quase 50% da nossa população vacinada com a primeira dose e mais de 23% imunizada com a segunda. Nesta quarta começamos a vacinar nas unidades de saúde pessoas acima de 33 anos”, ressaltou.

De acordo com o chefe do Poder Executivo municipal de Caarapó, a nova classificação do município, devido à melhora dos números relativos à pandemia, vai ser possível a edição de novo decreto com medidas mais flexíveis. “Deveremos adotar um novo horário para o toque de recolher, passando para as 22h, como forma de colaborar com o comércio noturno, que foi o mais prejudicado até aqui”, pontuou o prefeito.

O mandatário caarapoense alerta: “Mas isso não quer dizer que o vírus acabou ou que devemos baixar a guarda. Se a população não seguir tomando os devidos cuidados e o número de casos voltar a subir repentinamente, poderemos voltar com novas restrições. Portanto, só depende da população colaborar e nos ajudar a continuar com esses números baixos”, sublinhou.

O último boletim referente aos números da Covid-19 em Caarapó, divulgado na terça-feira (6) pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica, indicava o registro de 4.010 casos confirmados desde o início da pandemia, com 3.956 pessoas recuperadas. Havia oito pessoas em isolamento e três internadas (nenhuma no hospital local). Até ontem, haviam sido registradas 55 mortes por Covid-19 no município.

Em relação à imunização, os números do boletim indicavam que 14.548 caarapoenses (aproximadamente 50% da população) já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19; 6.115 pessoas (23%) foram imunizadas com a segunda dose.

Nesta quarta-feira, começam a ser vacinadas nas unidades de saúde pessoas acima de 33 anos, mas as doses são limitadas.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.