Wagner Linhares de Moura, analista de dados do Sistema Fiems, apresentou o Business Intelligence na Feira do Empreendedor – Divulgação

Business Intelligence é coletar dados, organiza-los, analisa-los e monitora-los para tomada de decisões e saber se há necessidade de mudanças que possam melhorar resultados. É algo relativamente novo, mas que pode tornar empresas mais produtivas e eficientes, economizando tempo e reduzindo custos.

O analista de dados do Sistema Fiems, Wagner Linhares de Moura apresentou o B.I, como é chamado, nesta sexta-feira (17/08), durante a Feira do Empreendedor, realizada pelo Sebrae/MS, e como o uso deste processo pode entregar a informação certa, para a pessoa certa, na hora certa.

Com a palestra “Business Intelligence e sua importância na gestão das empresas”, Moura mostrou aos empresários presentes que boas decisões dependem das informações certas para serem, de fato, eficazes.

“Por muito tempo, as empresas tomaram decisões importantes baseadas apenas na intuição, experiências passadas e conhecimento do mercado. Mas estamos em um momento de transição, e o avanço da tecnologia e os resultados que isso trouxe, como aumento da competitividade, torna necessário o uso do B.I.”, explicou o analista.

Um dado apresentado por ele deixa bem clara a eficácia do B.I.: hoje, as empresas passam 80% gerando e 20% analisando e tomando decisões com sistemas tradicionais de gestão. Com o B.I., a lógica se inverte – apenas 20% do tempo é gasto abastecendo o sistema enquanto sobre 80% do tempo para analisar as informações e, desta forma, definir o caminho a ser seguido.

“Por conta da ação rápida em cima dos dados encontrados, as empresas que usam o Business Intelligence conseguem otimizar processos de maneira muito mais rápida e direta em comparação com as que não o utilizam”, concluiu.