Bronze nos JEJ Blumenau, rio-verdense coloca em destaque o badminton de MS

Natalia foi bronze no badminton na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude – Foto: Fundesporte

Natalia Lino da Silva, da Escola Estadual Thomaz Barbosa Rangel, de Rio Verde de Mato Grosso-MS, foi bronze no badminton na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), em Blumenau-SC, na categoria etária de 12 a 14 anos. A medalha foi conquistada na categoria simples feminina, pela segunda divisão da maior competição estudantil do país, que ocorreu de 16 a 30 de novembro.

Especificamente no badminton, as disputas aconteceram no Bloco 2, de 21 a 25 de novembro. O grupo de atletas sul-mato-grossenses foi organizado e acompanhado pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

A rio-verdense estreou vencendo Antonela Barbosa Cunha, do Amapá, por 2 sets a zero (21×14 e 21×10). O segundo triunfo foi diante da tocantinense Aline Pires da Silva, também por 2 sets a zero (21×15 e 21×13). Nas quartas, a atleta de Mato Grosso do Sul derrotou Lhorrana Cristina da Silva, de Minas Gerais, por 2 sets a zero (21×19 e 21×19). Natalia ficou na terceira colocação do evento após sofrer revés para cearense Ana Beatriz da Silva Nascimento na semifinal.

Segundo a mãe, Carliana Lino, a medalha é fruto de intensa dedicação nos treinamentos. “Pra mim, foi uma felicidade muito grande, principalmente por morarmos em uma cidade pequena. Ela luta muito e lutamos junto, ajudando a conquistar seus objetivos. Tenho certeza que essa é a primeira medalha de muitas que virão”.

“Essa medalha é muito importante, tanto para o município, quanto para a escola. Levar o nome de uma cidade de 19 mil habitantes em âmbito nacional é muito gratificante”, salienta o técnico Carlos Alberto Olartechea, que dá treinos da modalidade há dois anos na EE Thomaz Barbosa Rangel, por meio do Programa Escolar de Formação e Desenvolvimento Esportivo, da Fundesporte. Na instituição de ensino, os treinamentos acontecem às segundas e quartas-feiras, das 15h às 17h.

“A Natalia é uma atleta bastante disciplinada nos treinamentos, é alta e tem boa postura. Ela atende a todas as orientações e correções técnicas passadas em quadra, e está colhendo frutos do que vem desenvolvendo nos treinamentos. Ela não falta aos treinos, é muito dedicada, guerreira, luta até o final e busca sempre o resultado”, explica Olartechea.

De acordo com o treinador, Natalia também é atleta de voleibol, oferecido pelo mesmo programa da Fundesporte e, segundo ele, consequentemente aproveitou a base de fundamentos e habilidades da modalidade no badminton. As aulas de vôlei da escola também são ministradas por Olartechea. “Minhas equipes levam vantagem pelo fato de serem agressivas, smash com mais qualidade, a peteca sobe e elas executam a finalização de forma mais precisa e forte, tomando conta do jogo em cada ponto. A ideia é usar o voleibol para incrementar as técnicas do badminton”.

“O badminton é um esporte que a gente acredita que provavelmente estejamos sempre brigando por medalhas. Em Mato Grosso do Sul, a quantidade de cidades participantes é surpreendente. Gostaria de agradecer todo o apoio da Fundesporte e a iniciativa de investir no desporto escolar, nos profissionais de educação física, com cursos de aperfeiçoamento, oferecendo todo o suporte necessário para que possamos dar sequência ao nosso trabalho”, finaliza o técnico.

Em Blumenau, a delegação de Badminton do Estado também contou com a participação de Amanda Carvalho da Conceição (EE Thomaz Barbosa Rangel, de Rio Verde de Mato Grosso), Adrian dos Santos (EE João Carlos Flores, de Campo Grande) e Guilherme Germano dos Santos (EE Prof. Marly Russo Rodrigues, de Aquidauana), pela categoria de 12 a 14 anos; além de Izabela Magalhães Chagas (EE Thomaz Barbosa Rangel, de Rio Verde de Mato Grosso) e Akiel Nonato Joton (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, campus de Campo Grande).