São Paulo e Fluminense se enfrentam nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Estádio do Morumbi, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo marca o reencontro do técnico Fernando Diniz com o Tricolor das Laranjeiras, clube no qual trabalhou antes de chegar à capital paulista.

O comandante foi contratado pela equipe carioca em dezembro de 2018 e acabou sendo demitido em agosto deste ano. Com Diniz à beira do gramado, o Flu somou 18 vitórias, 11 empates e 15 derrotas em 44 partidas disputadas, com um aproveitamento de 49,2%. O técnico deixou o time no 18º lugar na tabela do Brasileirão e nas quartas de final da Copa Sul-Americana.

Então, o escolhido para substituí-lo foi Oswaldo de Oliveira, que também foi desligado após um atrito com Paulo Henrique Ganso. Atualmente, o Fluminense é comandado por Marcão, que tem três vitórias, três empates e três derrotas em nove jogos. No momento, o time ocupa a 17ª colocação com 31 pontos conquistados e não vence há cinco partidas.

Sempre elogiado por Diniz, Ganso fez questão de exaltar o ex-comandante. “Sempre bom reencontrar um grande amigo. O Diniz, tem o Márcio que trabalha com ele e o Wagnão. São pessoas maravilhosas que tivemos o prazer de conviver. Só que a gente tem de defender o nosso lado, o lado do Fluminense. E temos de vencer de qualquer jeito”, declarou o camisa 10.

No São Paulo, a situação do treinador é mais favorável. Prestes a completar dez partidas no cargo, o técnico soma cinco vitórias, dois empates e duas derrotas, com 62,96% de aproveitamento. O retrospecto fez o Tricolor Paulista chegar à quarta colocação com 52 pontos.

Agora, em confronto contra o ex-clube, Fernando Diniz tenta fazer o time do Morumbi permanecer na zona de classificação direta para a próxima edição da Copa Libertadores. Enquanto isso, o Fluminense busca se recuperar para deixar a zona da degola o quanto antes.

Da Gazeta Esportiva