Braz Melo pede a criação de um fundo municipal para o CCZ – Foto: Assessoria

O vereador Braz Melo (PSC) solicitou a prefeita Délia Razuk (PTB), a secretária municipal de Saúde, Berenice Machado de Souza, ao diretor de Vigilância em Saúde, Emerson Correia, e a coordenadora do CCZ (Centro de Controle Zoonoses), Rosana Alexandre da Silva, para que seja criado um fundo municipal destinado ao CCZ, com o objetivo de receber os valores arrecadados com as multas aplicadas, obedecendo as normas legais.

No ano de 2019 o CCZ aplicou várias multas no município de Dourados, porém tais valores não são revertidos para o órgão. A verba, de acordo com o vereador, poderia ser revertido para sanar as dificuldades do local, tais como racionamento de insumos, combustível, falta de veículos, equipamentos de informática, manutenção na infraestrutura do prédio, reposição de uniformes, além da falta de recursos para a construção de um centro cirúrgico para animais de pequeno porte.

Atualmente o CCZ possui quase 200 servidores e tem encontrado dificuldades para a execução das suas atividades, o que prejudica de sobremaneira o atendimento à população com os importantes serviços de combate as endemias.

“Os valores das multas são depositados na chamada Fonte Zero do orçamento geral da secretaria de Saúde e, via de regra, não são revertidos em melhorias para o próprio CCZ”, ressaltou o vereador.

“A criação desse fundo municipal vai possibilitar a realização de benfeitorias ao Centro de Controle de Zoonoses, proporcionando aos servidores mais autonomia e agilidade na prestação dos serviços destinados à população e contribuirá para solução das dificuldades supracitadas”, afirmou Braz.

Orteco