Brasil vence Arábia Saudita e avança em primeiro no grupo em Tóquio

Na manhã desta quarta-feira, o Brasil derrotou a Arábia Saudita por 3 a 1, no Estádio de Saitama, e avançou às quartas do futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Mesmo tendo uma atuação de pouco destaque, o time brasileiro venceu com gols de Matheus Cunha e Richarlison, duas vezes, enquanto Al Amir fez o único dos sauditas.

O Brasil abriu o placar aos 13 minutos da primeira etapa, em uma bela testada de Matheus Cunha. No entanto, após mais um vacilo no jogo aéreo da equipe comandada por André Jardine, os sauditas empataram. Ainda na metade inicial, Antony acertou o travessão e Arana assustou em chute de longe.

No segundo tempo, o Brasil alugou o campo de ataque em busca da vitória. Depois de Matheus Cunha perder uma chance de maneira inacreditável, Richarlison fez o gol que deu tranquilidade ao time.

Com o resultado, o Brasil foi aos sete pontos, na liderança da chave D. Nas quartas de final, o time terá pela frente o segundo colocado do grupo C. No momento, é a Austrália que ocupa o posto. O jogo da próxima fase acontecerá no sábado, às 7h, em Saitama.

O jogo – Com a Arábia Saudita se defendendo com uma linha de cinco, o Brasil teve dificuldade para furar o bloqueio nos primeiros minutos da partida. No entanto, aos 13, Claudinho cobrou escanteio pela esquerda, e Matheus Cunha testou firme para abrir o placar.

Logo em seguida, o time brasileiro quase ampliou, com Antony testando no travessão após cruzamento de Arana. Na primeira chegada com perigo, a Arábia Saudita deixou tudo igual. Após cobrança de falta frontal da intermediária, a zaga do Brasil não conseguiu cortar e Al Amri cabeceou para o gol.

Sempre acionado pela esquerda, Arana arriscou chute forte de longe, e a bola passou muito perto da trave. Em seguida, Matheus Cunha desceu pela esquerda e cruzou rasteiro para Antony, que chegou batendo e encontrou o goleiro em sua frente.

Segundo tempo

O Brasil voltou do intervalo com Malcom no lugar de Antony e buscou imprimir velocidade. Na primeira chegada, Richarlison bateu para defesa do goleiro. Depois, Matheus Cunha perdeu um gol inacreditável. Matheus Henrique finalizou, o goleiro defendeu e, no rebote, o atacante chutou na trave, com o gol aberto.

Aos 30 minutos, o Brasil conseguiu marcar o segundo no jogo. Após a zaga afastar cruzamento, Bruno Guimarães cabeceou para a área e Richarlison mostrou oportunismo para testar e colocar o time em vantagem.

Após boa trama pela direita, Malcom acionou Reinier dentro da área, e o atacante ex-Flamengo finalizou em cima do goleiro. Richarlison chegou a marcar mais uma vez, porém Malcom estava impedido na origem da jogada e o gol foi anulado.

Logo em seguida, o Pombo poderia comemorar para valer. Aos 47 minutos, Malcom tocou para Reinier, que serviu Richarlison com precisão, e o atacante do Everton não perdoou, sacramentando a vitória.

Ficha Técnica:
Brasil 3 x 1 Arábia Saudita

Local: Estádio Saitama, em Saitama (JAP)
Data: 28 de julho de 2021, quarta-feira
Hora: 5h (de Brasília)
Árbitro: Bamlak Tessema (ETI)
Assistentes: Mohammed Ibrahim (SUD) e Gilbert Cheruiyot (QUE)
Cartões amarelos: Arana, Martinelli, Daniel Alves (Brasil); Mukhtar, Shahrani, Khalifah Aldawsari, Al Bukhari (Arábia Saudita)

GOLS:
Brasil: Matheus Cunha (13 minutos do 1º tempo) e Richarlison (30 minutos do 2º tempo e 47 minutos do 2º tempo)
Arábia Saudita: Al Amir (26 minutos do 1º tempo)

BRASIL: Santos, Daniel Alves, Nino, Diego Carlos, Guilherme Arana (Abner); Matheus Henrique, Bruno Guimarães (Gabriel Menino), Claudinho (Reinier); Antony (Malcom), Richarlison e Matheus Cunha (Martinelli).
Técnico: André Jardine

ARÁBIA SAUDITA: Amin Albukhari; Saud Abdulhamid, Abdulelah Alamri, Khalifah Aldawsari, Abdulbasit Hindi, Yasser Al Shahrani; Sami Al Naji (Ghareeb), Ali Al Hassan (Mukhtar), Salman Al Faraj (Al Omran), Salem Al Dawsari e Abdullah Al Hamddan (Al Brikan)
Técnico: Saad Ali Al Shehri

Da Gazeta Esportiva

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.