Brasil venceu a Bolívia por 5 a 3 – Foto: Twitter/CBF

A Seleção Brasileira sub-23 garantiu na noite desta terça-feira a classificação para o quadrangular final do Pré-Olímpico. Em partida válida pela quarta rodada do Grupo B, em Armênia, na Colômbia, a equipe de André Jardine precisava de apenas um empate para avançar, mas foi para cima da Bolívia e venceu por 5 a 3.

Restando ainda uma rodada nesta fase, o time verde e amarelo chegou aos nove pontos, com 100% de aproveitamento, na liderança do Grupo B. A segunda posição pertence ao Uruguai, com seis. Paraguai, Peru e Bolívia estão com três cada.

Já classificado (dois avançam por grupo), o Brasil volta a campo na sexta-feira, às 22h30 (de Brasília), quando enfrentará a seleção paraguaia.

Primeiro tempo:

O jogo foi movimentado desde o apito inicial e, logo aos dois minutos, Antony recebeu um cruzamento rasteiro de Paulinho e empurrou para o fundo do gol.

Após abrir o placar, o Brasil manteve a postura ofensiva e conseguiu ampliar com um gol de Matheus Cunha aos 15 minutos. A Bolívia, por sua vez, respondeu aos 19, em um chute de Abrego no canto direito para superar o goleiro Ivan.

Quando os bolivianos esboçavam uma reação, o Brasil voltou a aumentar a vantagem. Desta vez, quem balançou as redes foi o lateral-direito Guga, que apareceu livre na área para finalizar por cima do goleiro.

Segundo tempo:

A etapa final iniciou com um ritmo menos acelerado. Ainda assim, a equipe de André Jardine seguiu levando perigo no ataque e, aos 15 minutos, Reinier fez o quarto gol, em uma nova assistência de Paulinho.

No entanto, o Brasil seguiu mostrando muita dificuldade no sistema defensivo. Assim, aos 25, Abrego recebeu no meio da defesa brasileira, dominou e bateu para as redes. Já aos 33, Reyes se antecipou a Guga em cruzamento e completou para o gol, deixando o placar com a vantagem de apenas 4 a 3 para o Brasil.

Com isso, a seleção boliviana se animou para conseguir o empate e partiu para o ataque, mas o time de Jardine conseguiu cadenciar o jogo. A Bolívia teve Vaca expulso e acabou sofrendo o quinto gol aos 49 minutos, quando Pepê recebeu pela esquerda e arrematou.

Da Gazeta Esportiva

Câmara de Ponta Porã_Audiência Prestação de Contas